A força de uma ideia

Invariavelmente, o sucesso de uma proposta empresarial é diretamente proporcional à dor do cliente que o produto ou serviço oferecido pretende resolver. Muito antes da onda das startups, quando houve uma popularização desse conceito, empresários já vislumbravam nos problemas que consumidores enfrentavam uma oportunidade de prosperar.
A força de uma ideia

Invariavelmente, o sucesso de uma proposta empresarial é diretamente proporcional à dor do cliente que o produto ou serviço oferecido pretende resolver.

Muito antes da onda das startups, quando houve uma popularização desse conceito, empresários já vislumbravam nos problemas que consumidores enfrentavam uma oportunidade de prosperar.

Lá em 2009, quando fundamos a Empiricus, estava claro para nós o total desamparo ao qual estavam relegados os investidores individuais brasileiros.

As altas taxas de juros da época maquiavam a péssima qualidade dos produtos de investimentos aos quais as pessoas físicas tinham acesso. Bancos faziam a festa às custas da desinformação e da falta de opções. 

Produzir um conteúdo independente de investimentos, trazendo ideias e recomendações de qualidade, nos parecia a melhor solução para resolver o drama que afligia milhões de brasileiros. 

E assim iniciamos nossa longa jornada e, em alguma instância, contribuímos para a crescente popularização do mercado de capitais em nosso país.

Sabíamos da ousadia de nossa proposta. Enfrentamos descrédito e ceticismo. Afinal, nosso modelo de negócios se baseava (e sempre se baseará) em vender algo (relatórios de investimento) que até então era distribuído gratuitamente aos clientes das instituições financeiras.

Para nossa felicidade, e espanto do establishment, aos poucos as pessoas foram valorizando tanto a forma como o conteúdo que oferecíamos.

Mexendo com poderosos, enfrentamos as mais diversas reações de quem queria nos parar.

Nada porém é mais forte do que uma ideia cujo tempo chegou. E assim, fomos progressivamente crescendo, sempre ajudando os nossos assinantes a investirem melhor. 

Todavia, em nossa jornada, fomos aos poucos percebendo que estávamos limitados em nossa efetividade em resolver a dor de nossos assinantes.

Fazíamos um esforço enorme para despertar o interesse das pessoas em investir melhor, retirando-as da nociva zona de conforto dos investimentos conflitados. Porém, por total falta de opção, nossos assinantes utilizavam as mesmas plataformas de investimento. Resultado: nossas recomendações eram distorcidas ou simplesmente ignoradas por assessores incentivados a direcionar o dinheiro dos clientes para produtos com mais comissionamento. 

Foi assim que nasceu a ideia da Vitreo, uma plataforma de investimentos transparente e moderna. Seguindo o modelo 3.0, a Vitreo foi pensada para oferecer soluções de investimento alinhadas com as ideias e estratégias da Empiricus.

A combinação da qualidade do research da Empiricus com a facilidade e a transparência das soluções da Vitreo oferece a melhor solução para endereçar de vez a dor que aflige o investidor individual brasileiro.

Nesta semana em que Vitreo comemorou a marca de R$ 9 bilhões em ativos, uma demonstração inequívoca da receptividade de sua proposta, resolvi compartilhar 13 razões que qualificam a Vitreo como a melhor plataforma de investimentos do Brasil:

1. Home broker com a melhor estabilidade do mercado e taxa zero. Para sempre.

2. Plataforma de Tesouro com uma solução inédita para a reserva de emergência: o Tesouro 3.0, um blend de títulos públicos.

3. Carteiras administradas especializadas em pagamentos de proventos: um serviço antes restrito às grandes fortunas aberto agora ao público em geral. Na Vitreo, há Carteiras Administradas de FIIs, de dividendos e uma que oferece proventos triplos (FIIs, dividendos e pagamentos de juros de títulos públicos).

4. Política de cashback sem conflitos na distribuição de fundos de terceiros. A Vitreo recebe uma taxa máxima de rebate e o restante fica com o cliente. Uma forma de ferir de morte o conflito de interesses na distribuição de fundos.

5. Área de Wealth, para a gestão de patrimônio dos clientes premium.

6. Carteira Administrada de Ativos Alternativos, que permite aos clientes da Vitreo investirem em chances de Private Equity e Venture Capital.

7. Área de Consultoria Personalizada de Investimentos.

8. O Wise, o mentor financeiro digital, que dá a todos os clientes uma sugestão de alocação de patrimônio, de acordo com o suitability.

9. Fundos de tecnologia: Tech Select, Tech Asia, Tech Games, Tech Brasil e Money Bets (dedicado apenas à tecnologia de ponta).

10. Mais de 50 fundos de gestão própria.

11. Fundos inspirados em carteiras da Empiricus, dando materialidade às ideias de investimento da casa. O carro-chefe é o Carteira Universa, que é inspirado na Carteira Empiricus.

12. Fundos temáticos com teses inéditas ou pouco exploradas pelo mercado: Criptomoedas, Canabidiol, dois fundos ESG e um de Urânio.

13. As melhores soluções em previdência do Brasil. Com cinco fundos próprios, todos inspirados em ideias de investimentos da Empiricus. Destaque para os FoFs SuperPrevidência 1 e 2. 

Deixo você agora com os destaques da semana.

Um abraço e boa leitura.

Caio