Vale a pena fazer um MBA?

Um dos meus primeiros textos da Empiricus, perdido depois da mudança do nosso servidor em 2013, foi uma resposta à uma provocação feita pelo Felipe na forma de uma pergunta: “Vale a pena fazer um MBA?”. O desafio lançado deveria ser respondido pelo Rodolfo e por mim, cada um defendendo posições antagônicas.
Vale a pena fazer um MBA?

Um dos meus primeiros textos da Empiricus, perdido depois da mudança do nosso servidor em 2013, foi uma resposta à uma provocação feita pelo Felipe na forma de uma pergunta: “Vale a pena fazer um MBA?”.

O desafio lançado deveria ser respondido pelo Rodolfo e por mim, cada um defendendo posições antagônicas.

Coube a mim justificar o diploma, enquanto meu oponente foi incumbido de comprovar que tudo não passaria de uma enorme perda de tempo, pois o que importaria mesmo seria a prática e a experiência empírica.

Missão dada é missão cumprida.

Naquele improvisado escritório da Empiricus, na sala de estar de um sobrado na Rua Sarita Cyrillo, caprichei na defesa da utilidade do canudo. 

Com o título de “Vai estudar, vagabundo”, e inspirado pela minha experiência na Columbia University, caprichei nos argumentos de que o pleno domínio do arcabouço teórico e técnico da administração e das finanças seria fundamental para a formação de um executivo de sucesso. 

No meu MBA tive o enorme privilégio de ter sido aluno do formidável Bruce Greenwald em duas matérias diferentes, “Business Finance” (obrigatória) e “Value Investing” (eletiva).

Somente esta última já justificaria todo o curso. Greenwald conseguiu a proeza de trazer para a sala de aula os principais craques do value investing americano. A cereja do bolo foi ter recebido o próprio Warren Buffett em nossa sala de aula.

Acompanhado de várias latinhas de Cherry Coke, Buffett compartilhou algumas de suas deliciosas “war stories” e pacientemente respondeu às perguntas da moçada.

Lembro que, diante do burburinho causado pela presença de Buffett na escola, e a fim de garantir que somente os cerca de 50 alunos no curso tivessem acesso à sala de aula, Greenwald mandou fazer camisetas personalizadas para o evento. Pretas, as camisetas traziam o logo da Columbia Business School e do Village Voice, extinto jornal nova-iorquino que bancou a confecção, e no qual a esposa do professor trabalhava. Só entraria na sala quem estivesse vestindo o manto.

Infelizmente, em uma das minhas várias mudanças de casa subsequentes, tal relíquia se perdeu.

Voltando ao texto encomendado, e colocando a experiência do meu MBA em perspectiva, confesso que já estava claro para mim à época que a verdade se encontrava no meio.

À pergunta “vale a pena fazer um MBA?”, a resposta só pode ser “depende”.

Naturalmente, nem todos o professores são como Bruce Greenwald, infelizmente. E há algo de verdade no “quem sabe faz e quem não sabe ensina”. 

Uma universidade, por mais prestigiosa que seja, não figura entre os empregadores que melhor remuneram seus funcionários.

Assim, os que realmente se destacam em seus campos de atuação no mundo dos negócios têm um custo de oportunidade tremendo em dedicar seu precioso tempo a apenas ensinar.

Como resultado, recebemos uma formação de quem entende na teoria, mas não a aplica na prática. 

Onze anos depois do meu embate com o Rodolfo, encontramos no meio dessa discussão a melhor fórmula para um MBA que vale realmente a pena.

Sendo assim, tenho o orgulho de comunicar que a Empiricus está lançando, em parceria com a Estácio, o MBA definitivo em finanças e análise de ações. 

De um lado, nosso MBA trará todo o arcabouço teórico e acadêmico para formar os melhores analistas. Os alunos terão acesso a um ferramental moderno e único, garantindo todos os recursos necessário para entender e analisar o potencial embutido nas oportunidades disponíveis no mercado de capitais. 

Por outro, traremos os melhores praticantes das finanças no país, que compartilharão suas experiências e suas visões relativas aos temas que realmente importam para quem quer bater o mercado.

CEOs e CFOs das maiores empresas do Brasil, além dos melhores gestores de ações, participarão deste que será o melhor e mais completo curso de finanças já oferecido por aqui.

Para completar, o time de craques da Empiricus, capitaneados por Felipe e Rodolfo, estará em peso no curso, dividindo com você todo o conhecimento que os fez a melhor equipe de análise do país. 

Trata-se de um MBA completo. Além da certificação do MEC, os graduados receberão toda a orientação para obter os registros para atuarem como analistas profissionais. 

Recomendo fortemente que você participe, ou então recomende para quem tem interesse no tema — as quatro primeiras aulas serão distribuídas de forma gratuita e darão direito a um certificado digital de participação.

Clique aqui para saber todos os detalhes.

Deixo você agora com os destaques da semana.

Um abraço e boa leitura.
Caio