Investimentos

Analista recomenda que investidores substituam Oi (OIBR3) por ação ‘porto seguro’ para Selic de 13,75%

Felipe Miranda, CEO e estrategista-chefe da Empiricus recomenda que investidores zerem posição em Oi (OIBR3); analista entregou lucro 3 vezes maior que o Ibovespa em 7 anos

Compartilhar artigo
Data de publicação
5 de agosto de 2022
Categoria
Investimentos
Placa Oi OIBR3
Foto: Divulgação

O Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a Selic para 13,75% ao ano. Com a decisão tomada na última quarta-feira (3), a taxa básica de juros alcançou o maior patamar em 6 anos. E agora, onde investir?

Em um cenário de juros altos, é verdade que não é qualquer investimento que vale a pena. Mas, apesar do impacto negativo que a Selic tem trazido para a renda variável e para a economia como um todo, a alta pode sim beneficiar alguns setores da bolsa.

Estou falando de empresas que ganham com a Selic em ascensão e que, com o caixa “recheado”, podem inclusive pagar mais dividendos.

Alguns analistas do mercado já se deram conta desse movimento e se anteciparam. Um deles foi o CEO e estrategista-chefe da Empiricus, Felipe Miranda. Em um comunicado, ele recomendou fazer uma troca estratégica nas carteiras de investidores que o acompanham.

A recomendação foi a seguinte: zerar posição nos papéis da Oi (OIBR3) e, no lugar, comprar ações de um banco brasileiro barato e que ganha com a alta da Selic, já que, com maiores juros, maiores ficam também os spreads de empréstimos.

Mas o que motivou a decisão de Felipe Miranda? Apesar de, no passado, ter acreditado na recuperação da telecom, o estrategista viu uma assimetria de lucros mais favorável na ação deste banco, levando em conta o cenário macroeconômico atual.

“Embora vejamos grande potencial de valorização nos papéis da Oi, esse ainda é um nome de risco, um turnaround complexo, e uma empresa bastante endividada, que sofre com a alta dos juros”, explica Felipe Miranda.

Foi por isso que o estrategista decidiu desfazer a recomendação que tinha na Oi na sua carteira de “Oportunidades de Uma Vida”, para dar lugar à ação de banco em questão. Na análise dele, ela já era vantajosa no início do ano, com a Selic em torno de 12% ao ano.

Mas agora, com a nova revisão do Copom, a recomendação é ainda mais relevante.

Por que zerar posição em OIBR3 para comprar ações de um banco?

Apesar da breve explicação, pode ser que você ainda esteja se perguntando porque é hora de substituir a ação da Oi pela de um banco. Logo agora que a telecom está em vias de concluir a sua recuperação judicial e que o pior já passou.

Não entenda mal, Felipe Miranda ainda vê com bons olhos o case da Oi. No entanto, a fim de aproveitar as oportunidades que o momento oferece, decidiu fazer uma substituição na carteira dele visando ao seguinte ponto:

Após um longo período sendo penalizados pela pandemia de covid-19, os bancos estão voltando para o radar dos analistas. Isso porque os juros altos beneficiam esse setor da bolsa, que tem como principal componente da receita o crédito.

A rentabilidade de uma carteira de crédito depende de diversos fatores, mas também do nível das taxas de juros. Quando a Selic está baixa, é muito mais difícil para os bancos cobrar um spread alto. Foi o que aconteceu durante a pandemia.

Pensando nisso, os bancos, de uma forma geral, estão sabendo surfar esse momento. Porém, na visão de Felipe Miranda, existe um banco em especial que está se destacando em relação aos demais.

Trata-se de um papel que, no acumulado do ano, valorizou 11%, mas que ainda está estupidamente barato. Para ser mais objetiva, o banco em questão negocia no menor múltiplo Preço sobre Lucro (P/L) dos últimos 10 anos. Ou seja, é uma verdadeira “pechincha”.

Além disso, a ação também é uma das favoritas para conceder renda extra aos investidores na forma de dividendos. Não à toa, ela foi a mais recomendada para investir em agosto por 13 importantes corretoras do mercado.

“Com um P/L de apenas 9 vezes e um dividend yield de 3% nos últimos 12 meses, consideramos que esta ação é um ótimo carrego em tempos incertos e amplia a exposição da carteira para o segmento financeiro, que segue sendo um dos mais importantes – e lucrativos – da nossa bolsa” – Felipe Miranda, CEO da Empiricus

São esses os principais motivos que levaram o estrategista a fazer uma mudança estratégica na sua carteira recomendada. Em um relatório gratuito, disponível no botão abaixo, Felipe Miranda explicou detalhes sobre a substituição e revelou o nome da ação de banco em que está de olho agora:

CONHEÇA A AÇÃO DE BANCO BARATA E QUE GANHA COM A SELIC A 13,75% EM UM RELATÓRIO GRATUITO

Essa é uma indicação retirada da carteira de ações que rendeu o triplo do Ibovespa em 7 anos 

Se você ainda não está totalmente convencido sobre seguir a recomendação de Felipe Miranda, deveria saber de uma coisa. A carteira dele, que leva o nome de “Oportunidades de Uma Vida”, rendeu o triplo do Ibovespa nos últimos 7 anos.

Enquanto o principal índice da bolsa brasileira entregou “meros” 108% de retorno entre setembro de 2015 e julho de 2022, as ações recomendadas pelo estrategista valorizaram 323% no mesmo período:

Fonte: Empiricus (período de rentabilidade da carteira compreende de 03/09/2015 a 30/06/2022)

Na prática, quem seguiu à risca as recomendações de Felipe desde a data em que a carteira foi criada, em 03/09/2015, até agora, pôde multiplicar por 3 vezes o dinheiro investido. Tudo isso pensando que, nesse meio tempo, passamos por períodos de crise e de turbulências na bolsa brasileira.

É claro que retornos passados não são garantia para retornos futuros e ninguém pode assegurar que essa tendência continue. Mas você deve concordar que essa é uma rentabilidade que não dá para ser ignorada.

Agora, você está tendo a oportunidade de conhecer uma das indicações recentes de Felipe, que leva em consideração o momento atual do mercado. Geralmente, apenas aqueles que acompanham sua carteira recomendada (e pagam por isso) teriam acesso à indicação.

Mas Miranda está abrindo essa indicação em especial de forma gratuita, sem pedir nenhum centavo por isso. O relatório completo com o racional de investimento por trás da troca de OIBR3 por uma ação de banco está disponível no botão abaixo:

CONHEÇA A AÇÃO DE BANCO BARATA E QUE GANHA COM A SELIC A 13,75% EM UM RELATÓRIO GRATUITO

[Acesso gratuito] Conheça a ação de banco que pode pagar ‘gordos’ dividendos com a Selic a 13,75%

Se você ficou interessado em saber qual o nome da ação de banco que pegou o lugar da Oi na carteira de Felipe Miranda, recomendo que veja como fazer o download do relatório gratuito escrito por ele neste link.

Como já foi dito, você não precisa se preocupar, pois nada será cobrado para que você possa acessar o documento com a tese completa.

Miranda está mirando em uma ação que, na opinião dele, “é um nome barato, resiliente e bom pagador de dividendos”. Além de ser beneficiado pelo cenário de juros altos, sobretudo com a recente decisão do Copom de elevar a Selic para 13,75%.

Se ficou interessado no trabalho dele e está minimamente curioso para saber qual a ação que Felipe Miranda colocou no lugar da Oi diante do novo cenário macroeconômico, dê uma “espiada” no relatório gratuito. É só colocar um e-mail válido para recebê-lo:

Leia mais: