Que venha as promoções

.

Manhã pesada nos mercados acionários globais, em meio a dúvidas sobre a relação comercial entre EUA e China. Como Wall Street não operou ontem, os negócios são influenciados pela decisão do presidente Donald Trump de sancionar uma lei em apoio aos manifestantes em Hong Kong. Pequim já prometeu retaliação, o que deixa os agentes na retranca. Por aqui, a Black Friday traz expectativa de um impulso nas vendas de varejistas, enquanto o fechamento da Ptax é um fator a mais de pressão no câmbio.