O que são EMPRESAS UNICÓRNIOS e como posso ganhar dinheiro com elas?

Se você se interessa por startups e tecnologia, é bem provável que já tenha escutado falar sobre as EMPRESAS UNICÓRNIOS. No vídeo de hoje, Vinicius Bazan te explica o que são, quem são e como você, investidor, pode ganhar dinheiro com elas.

Para receber a lista com as 3 ações de Empresas Unicórnio que o Max Bohm recomenda, é só colocar o seu e-mail no link.

Se você se interessa por startups e tecnologia, é bem provável que já tenha escutado falar sobre as EMPRESAS UNICÓRNIOS. No vídeo de hoje, Vinicius Bazan te explica o que são, quem são e como você, investidor, pode ganhar dinheiro com elas.

Recentemente no livro “Da Ideia ao Bilhão”, Daniel Bergamasco listou e contou a história dos principais cases de empresas que atingiram 1 bilhão de dólares de valor mercado, as companhias chamadas de unicórnios. Dentre elas, podemos perceber algumas características em comum: geralmente são startups, escalando seus valores de negócio e que passaram por rodadas de investimentos privadas, ou seja, por enquanto não são listadas na Bolsa de Valores.

Alguns casos emblemáticos fazem parte do nosso dia a dia: 99 Táxis, GymPass, iFood, Nubank, Stone Pagamentos, QuintoAndar e Arco Educação. Cada uma delas com seus objetivos, mas todas trazendo inovação aos modelos de negócios tradicionais pelo simples fato de centrar toda a sua tecnologia no usuário final. Esse fato é chamado de B2C (“Business to Consumer”, que significa “Negócio para Consumidor”), o que aumenta muito seu potencial de mercado, pelo simples fato de facilitarem a intermediação entre empresa e consumidor.

É fato que todas essas empresas acima chamam muita atenção, mas, você, investidor pessoa física, não consegue investir nelas. E por que? Antes de uma companhia entrar na Bolsa elas passam por rodadas de investimento fechadas para ter um capital focado. Mas então, como podemos nos beneficiar de uma empresa como essa?

Fazendo um retrospecto, Bazan selecionou alguns cases para provar que os últimos anos foram incríveis para o crescimento de empresas como essas:

- Começando em janeiro de 2018, a primeira empresa brasileira a se tornar um unicórnio foi a 99 Táxi, que revolucionou a mobilidade urbana, apesar de todos os desafios;
- Em março de 2018 foi a vez do roxinho. O Nubank atingiu a marca de 1 bilhão de dólares, democratizando o acesso à experiências bancárias e por possuir o primeiro cartão de crédito sem anuidade que realmente funcionou no Brasil;
- Arco Edução. Algumas pessoas não a consideram um unicórnio por ela não ter sido uma startup. Mas é importante frisar que a companhia passou por um processo enorme de transformação digital para melhorar a entrega e o serviço, chegando no tamanho que é hoje;
- Diferente das outras empresas, o GymPass tem um modelo de negócio B2B2C, ou seja, ela oferece o seu serviço à empresas que então, oferecem aos seus colaboradores o que é muito positivo para o seu crescimento;
- Por fim, a Wildlife que é um estúdio brasileiro de games mobile, um dos mercados mais quentes do momento, se tornou um unicórnio em dezembro de 2019.

Observando tudo isso é possível chegar à uma conclusão: a tecnologia está ligada à todas as empresas e é uma onda que nunca deixa de existir. Hoje em dia, sejam as Big Techs internacionais, nacionais ou os unicórnios merecem nossa atenção. 

E a dica para quem quer surfar essa onda é: fique ligado no Instagram no nosso analista, Max Bohm e não deixe de se inscrever no link abaixo para receber todas as novidades de empresas já listadas em Bolsa e que tem grande potencial de se tornarem UNICÓRNIOS BRASILEIROS.