Esta ação pode subir 50% nos próximos meses e entregar excelentes retornos em 2021

Ela está sendo negociada com 50% de desconto e representa uma verdadeira barganha na B3. Conheça a ação que, na opinião do especialista Max Bohm, pode ser a campeã de lucros entregues após a reabertura dos mercados
Esta ação pode subir 50% nos próximos meses e entregar excelentes retornos em 2021

Quem não gosta de fazer aquela comprinha, comer em bons restaurantes ou ver um filme no cinema com toda a segurança e infraestrutura que um shopping oferece? 

Se você é uma dessas pessoas, acredito que vai gostar do que falaremos nas próximas linhas. Porque, a partir de agora, além de poder aproveitar toda a infraestrutura dos shoppings, você também vai ter a chance de ganhar um bom dinheiro com eles

Já que hoje, nós te mostraremos aquela que é a maior administradora de shoppings centers do Brasil, e que, segundo Max, está sendo negociada com 50% de desconto, representando uma verdadeira barganha na B3:

"Ela é a mais barata, mais descontada e o melhor veículo para você se posicionar em 2021 se quiser pegar a retomada proveniente da recuperação e da reabertura da economia" 

ALSO3 - na visão de Max, ela está vivendo um momento extremamente favorável se comparada com as suas concorrentes

Para mostrar o momento favorável de Aliansce Sonae (ALSO3), decidimos fazer uma análise comparativa com os principais concorrentes do setor que também são listados na Bolsa brasileira. 

Para isso, selecionamos Iguatemi (IGTA3), Multiplan (MULT3) e BR Malls (BRML3).

Entre os pares comparáveis, a companhia é a que possui maior diversificação geográfica. Essa qualidade proporciona à Aliansce a possibilidade de atender consumidores de diferentes classes sociais.

VEJA POR QUE ALSO3 ESTÁ NA LISTA DE MELHORES AÇÕES DA BOLSA

Música para os ouvidos dos investidores

A maior parcela das receitas vem dos aluguéis, aproximadamente 70%, seguida por receitas com estacionamentos, que representam 15% do todo. 

Do total de aluguel recebido, 58% vem do que chamamos de aluguel mínimo, ou seja, o mínimo obrigatório que os lojistas pagam à administradora. Já 3,7% da receita vem do aluguel percentual, que é uma taxa sobre as vendas.

Dessa maneira, com o aluguel mínimo tendo maior representatividade, a companhia garante uma receita líquida mais recorrente e com isso torna os resultados mais previsíveis. 

E, como já deve saber, recorrência e previsibilidade de receita são música para os ouvidos dos investidores.

Dentre os players de shopping centers, a Aliansce Sonae é a que possui a menor participação da receita com estacionamento no resultado consolidado. Enxergamos isso como positivo, uma vez que não sabemos a velocidade com que o fluxo de visitantes deve retornar aos grandes centros comerciais. 

Além disso, esse também é um ponto favorável diante da crescente demanda por veículos de uso compartilhado (como Uber, por exemplo). 

Um outro fator importante para se destacar é que:

Ao contrário das suas concorrentes, ela não se endividou mais na pandemia

Mesmo diante de todas as dificuldades que a pandemia apresentou, ALSO3 conseguiu manter a relação Dívida Líquida x Ebtida em 1,3 (mesmo resultado do ano passado).

Isso porque, durante esse período de crise, a companhia concentrou os seus esforços para reduzir seus passivos, negociando e alongando dívidas. Dessa forma, as despesas financeiras caíram mais de 50% e foi fundamental para amortizar a queda do lucro, que foi o trimestre em R$ 35,7 milhões.

Fonte: Release com resultados do 2T20

Para o Max, isso é uma vantagem extremamente importante, pois as demais administradoras de shoppings centers possuem uma relação Dívida Líquida x Ebtida muito maior do que ALSO3, ou seja, estão operando com uma alavancagem operacional superior à ação presente na carteira do Max.

Isso deixa a equipe do Max confortável para sugerir a compra de ALSO3 e saber que ela tem capacidade de atravessar momentos de turbulência com mais tranquilidade e sem a necessidade de tomar atitudes que comprometam o resultado. 

VEJA AGORA, SEM QUALQUER TIPO DE COMPROMISSO INICIAL, QUAIS SÃO AS AÇÕES MAIS COBIÇADAS DA EMPIRICUS

"Uma verdadeira barganha" - aquela que o Max acredita ser a mais barata e descontada do setor

Entre os pares comparáveis, a Aliansce Sonae foi a que mais sofreu. 

Dentre essas companhias, ela foi a que apresentou o menor movimento positivo ao longo deste ano, o que reforça a nossa visão de que ALSO3 possui um upside relevante

Do nosso ponto de vista, os efeitos negativos já foram incorporados ao preço dos ativos e, por isso, estamos diante de uma assimetria.

Pois a forte desvalorização do início do ano indica que os investidores não enxergavam uma rápida retomada das operações dos centros comerciais. 

Entretanto, como mencionamos antes, a Aliansce já está com quase a totalidade de suas unidades em pleno funcionamento. 

Decidimos fazer uma análise de múltiplos para as companhias do setor. A Aliansce Sonae (ALSO3) negocia no menor patamar quando comparada com os principais players do setor.

Fonte: Empiricus

MAX BOHM REVELOU QUAIS SÃO AS 5 AÇÕES QUE PODEM ENTREGAR EXCELENTES LUCROS AINDA ESTE ANO. VEJA AQUI

Empresas relacionadas à reabertura do mercado estão entregando excelentes lucros

Como se tudo isso não bastasse, um fator ligado à macroeconomia em que a empresa está inserida nos indica que os próximos meses poderão ser extremamente promissores, pois com a vacina do coronavírus cada vez mais próxima, estamos cada vez mais perto de voltarmos à normalidade. 

Com isso, as empresas ligadas à reabertura da economia começaram o ano em forte ritmo de recuperação, entregando bons lucros aos seus acionistas desde março do ano passado, veja abaixo alguns exemplos:

PRIO3 - PetroRio - setor do petróleo:

Fonte: TradingView

MGLU3 - Magazine Luiza - setor de varejo:

Fonte: TradingView

MRFG3 - Marfrig - setor de alimentação (focado em carnes):

Fonte: TradingView

NTCO3 - Natura - setor de varejo e consumo:

Fonte: TradingView

Como você pode ver acima, algumas empresas de setores específicos estão sendo negociadas a valores semelhantes aos anteriores à crise, em alguns casos até maiores.

Mas "felizmente" não foram todos os setores que se recuperaram dessa mesma forma. 

Os shoppings ficaram para trás nessa corrida, em especial, ALSO3.

Todos estes fatores somados a: 

  • Um portfólio diversificado;

  • Baixa participação dos estacionamentos na receita consolidada;

  • Grande parte de suas atividades já com operações retomadas; 

  • Baixos indicadores de alavancagem; e

  • Empresas ligadas à reabertura do mercado entregando bons lucros.

Mostram que a companhia está preparada para surfar a retomada do setor e colaboram para que ela seja a segunda ação com mais upside na carteira "As Melhores Ações da Bolsa" administrada pelo Max.

E, se você acha que essa é a melhor oportunidade da Bolsa, está muito enganado:

TOP 5: As melhores ações para lucrar em 2021

ALSO3 é apenas uma das mais de 10 ações presentes na carteira do Max Bohm. 

Essa mesma carteira foi responsável por entregar lucros relevantes em 2020.

Perceba que, com apenas uma indicação do analista, alguns assinantes puderam mais do que dobrar o seu investimento:

Fonte: Empiricus

Se olharmos o longo prazo, perceberá que o cenário é ainda mais animador para os assinantes do analista.

Veja os 5 maiores retornos capturados pela equipe do Max:

Fonte: Empiricus

É verdade que esses retornos já aconteceram. E é bom que saiba que rentabilidade passada nunca é garantia de rendimento futuro. O que realmente importa é que o Max identificou mais 5 oportunidades com potencial superior.

"O upside que eu vejo nas ações dessa lista supera tudo o que já entreguei de lucros até aqui."

A melhor parte disso tudo é que o Max decidiu revelar todas essas oportunidades no documento inédito que ele fez para os seus leitores.

Então, caso você queira saber quais são as 5 ações que o especialista da Empiricus acredita que podem dobrar de tamanho em 2021, tudo o que você precisa fazer é clicar no link abaixo

O acesso ao documento é 100% gratuito:

TOP 5 AÇÕES PARA LUCRAR EM 2020