Times
Investimentos

‘Eu cansei de ver picareta na internet’: trader explica como investidores podem buscar média de R$ 1.400 por dia com gestão de riscos

Em parceria com a Empiricus Research, trader André Machado revelará as estratégias que o permitiram dar uma vida confortável para a sua família

Por Leonardo Carmo

22 de outubro de 2023, 10:00

day trade trader

De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), apenas uma pequena parcela dos investidores que realizam day trade – negociação de ativos em um curto período de tempo – podem ser considerados bem sucedidos. 

Isso porque, ao analisar o desempenho de todas as pessoas que operaram algum minicontrato de índice ou dólar (modalidade preferida dos traders) entre 2012 e 2017, descobriu-se que 97% delas acabaram perdendo dinheiro.

Então, embora haja diversos conteúdos alegando que é fácil aumentar a renda com essa prática (ou mesmo viver completamente dela), os dados mostram que não é bem assim. 

Para André Machado, trader com mais de duas décadas de experiência no mercado financeiro e fama de ‘Ogro de Wall Street’ por suas falas contundentes, os responsáveis por disseminar essa visão deturpada são os ‘picaretas da internet’

Em um vídeo publicado nas redes sociais, ele afirma que está exausto da situação:

“Eu cansei de ver picareta na internet posando com carrão alugado, mansão alugada, lancha alugada e helicóptero alugado. Fingindo saber o que não sabe; querendo ser o que não é, nunca foi e nunca será. Eu não aguento mais ver gente inocente caindo nesse tipo de conversa e perdendo dinheiro”.

O que é necessário para ganhar dinheiro com day trade?

Segundo Machado, é possível ganhar dinheiro com day trade, sim. Mas, na sua visão, os investidores precisam entender que ser trader é uma profissão, que exige estudo e preparação com foco no longo prazo. Ele diz que os retornos a curto prazo até podem ser obtidos, mas, para mantê-los constantes, é preciso estudar uma série de disciplinas, como análise técnica, finanças comportamentais e gestão de risco. 

Além disso, ressalta que é importante saber esperar a hora certa. “Falta de disciplina e de paciência provocam uma ansiedade enorme para entrar no mercado e ‘bater a meta diária’. Há uma nova oportunidade a cada segundo, mas o melhor e o mais fácil poucos fazem, que é esperar a hora que um grande movimento começar e ‘pegar carona’ nele. 

Já em relação ao que mais afeta os traders iniciantes, o Ogro de Wall Street cita o ‘medo de perder oportunidade’ e o ‘medo de deixar dinheiro na mesa’.

“Esses dois medos são reflexo da ganância, falta de paciência, indisciplina e muita ansiedade. O primeiro medo faz com que se entre em qualquer sinal de entrada, culminando na perda das melhores oportunidades e gradativamente prejudicando a confiança do trader. Já o segundo medo faz sair antes das operações vencedoras, fazendo com que a conta nunca feche”.

Ele foi do ‘céu’ ao ‘inferno’ na Bolsa de Valores

Hoje, Machado possui uma condição financeira confortável atuando no mercado financeiro. Porém, nem sempre foi assim. Em 2002, ele largou uma carreira de sucesso na Microsoft para buscar sua independência da vida corporativa.

Foi para o day trade e conseguiu lucros extraordinários até o momento em que ‘quebrou’ operando opções da Telemar, em 2005. Durante três anos, ele teve de trabalhar em sua área de formação para conseguir se manter. Mas, em 2008, conquistou uma fortuna apostando na queda das ações da Vale

“Eu tenho mais de duas décadas no mercado financeiro, vivo disso e sou muito realizado pessoal e profissionalmente. Se hoje minha família pode ter uma vida confortável financeiramente, é graças ao day trade”, diz.

Saiba como buscar uma média de R$ 1.400 por dia com day trade com riscos controlados

Nos últimos anos, Machado também se propôs a ensinar suas estratégias para ir atrás de retornos consistentes no mercado financeiro a outros investidores. Mas, em breve, isso deve tomar proporções muito maiores.

“Eu estou nos preparativos finais para lançar, em parceria inédita com a Empiricus Research, o projeto educacional mais importante de toda a minha carreira”, conta o Ogro de Wall Street.

A iniciativa em questão é uma formação completa para quem tem interesse em buscar lucros médios de até R$ 1.400 por dia – ou cerca de R$ 30 mil por mês – operando de forma diligente na bolsa de valores.

Como dito, ela será conduzida em conjunto com a maior casa de análise financeira independente do Brasil – a Empiricus Research – e já está com inscrições abertas

Para participar, basta clicar no link abaixo.

Sobre o autor

Leonardo Carmo

Jornalista em formação pela Universidade de São Paulo (USP) e redator no Grupo Empiricus. Já trabalhou com Comunicação Interna em uma startup de serviços financeiros e no time de Conteúdo da EXAME. Hoje escreve para os portais Empiricus, Seu Dinheiro e Money Times.