Investimentos

Expertise da equipe de gestão desse multimercado explica captação acelerada: conheça o Genoa Capital

Conheça o Genoa Capital Radar, um dos cases de maior sucesso da indústria de fundos independentes que passa a ser recomendado na incubadora de fundos da série Melhores Fundos de Investimento

Compartilhar artigo
Data de publicação
30 de maio de 2022
Categoria
Investimentos
investidores rodeados de símbolos digitais de mercado financeiro
Genoa Capital Radar passa a ser recomendado na incubadora de fundos da série Melhores Fundos de Investimento. Fonte: Shutterstock

No último relatório da série Os Melhores Fundos de Investimento, o analista Bruno Marchesano fala sobre o novo fundo incluído na incubadora: o Genoa Capital Radar FIC Multimercado.

Com menos de dois anos de idade, o fundo é o case de maior sucesso de crescimento patrimonial da indústria de fundos independentes, com a captação de R$ 6,5 bilhões em apenas um mês e meio após a abertura do fundo.

O que está por trás do sucesso: gestão e equipe

Segundo Bruno Marchesano, um dos fatores que explica os bons resultados do fundo são seus quatro sócios e gestores: André Raduan, Emerson Codogno, Mariano Steinert e Wladyslaw Ribeiro

Estes acumularam um amplo histórico à frente do Itaú Hedge Plus, um dos principais fundos do Itaú BBA e um dos melhores da indústria.

Ainda em termos de equipe, a captação recorde de R$ 6,5 bilhões, em adição ao histórico do quarteto, permitiu que a gestora contratasse e retivesse um time com 46 profissionais.

A gestão é dividida em dois grupos, um macro e outro micro

O micro é focado nas estratégias de renda variável, em especial long & short, configurando aproximadamente 15% do risco do fundo – embora varie de acordo com o cenário. Já o macro representa todo o restante do risco.

“Toda a estrutura do Genoa Capital foi pensada com a intenção de permitir uma melhor retenção de talentos, através de uma organização societária mais flexível e com um melhor alinhamento de interesses dos sócios e de toda a equipe com os resultados do fundo para os cotistas”, afirma Bruno Marchesano.

Olhando para o macro: cenário e posições

O assunto macroeconômico principal da indústria tem sido a inflação global e as medidas a serem adotadas pelos bancos centrais.

Para a Genoa não tem sido diferente, com a atenção dos gestores voltada principalmente ao desenrolar do cenário norte-americano.

A sensação percebida pela gestora é a de que o mercado está sobreaquecido, principalmente o de trabalho, operando com níveis de desemprego muito baixos.

Diante do cenário, no âmbito global, a gestora está montando posições no México, além de posições compradas em dólar de Singapura contra uma cesta de moedas, atualmente a maior posição do fundo.

Já no Brasil, a perspectiva é de um cenário inflacionário persistente, puxado pela demanda internacional e alta do preço das commodities.

A opinião dos gestores de que a inflação pode ser estrutural e o alongamento do ciclo de elevação dos juros brasileiros pelo BC os levam a terem posições em juros brasileiros de curto prazo e compradas em títulos públicos de curto prazo atrelados à inflação.

Em caso de um possível achatamento da curva de juros, o fundo também possui posições adequadas, tomadas nos vencimentos de 2024 e 2025 e aplicadas nos de 2027 e 2029.

Foi montada, ainda, uma posição tática comprada em Ibovespa via opções, enquanto no micro, com risco reduzido no book long & short, as posições tomadas são principalmente em teses dos setores energético e bancário.

Concluindo: por que vale a pena?

“A Genoa possui uma equipe extremamente qualificada, cujo grupo principal trabalha junto há muito tempo, conquistando um ótimo histórico no Itaú e agora na Genoa”, afirma Bruno Marchesano.

Apesar disso, ele ressalta que o histórico da Genoa Capital Radar ainda é curto e, por isso, não é possível afirmar que a equipe de gestão, por melhor que sejam os resultados, terá um desempenho equivalente ao obtido no Itaú Hedge Plus.

“Criar uma equipe de cogestão, de pesquisa macro e de dados equivalente ao que o Itaú possui não é tarefa fácil, apesar dos indícios mostrarem que a Genoa está sendo muito bem-sucedida”, avalia Marchesano.

Dito isso, independentemente do tamanho da estratégia, que já chega a R$ 10,5 bilhões no total, bem dentro do planejado para a estrutura e estilo de gestão, o Genoa Capital FIC Multimercado será recomendado na carteira incubadora da série.

O fundo possui uma taxa de administração de 2% e uma taxa de performance de 20% sobre o que exceder o CDI

Vale destacar que ele é destinado para investidores em geral, com prazo de resgate de 31 dias, devendo fechar quando alcançar o patrimônio de R$ 11 bilhões, o que deve ser em breve. 

O Genoa Capital Radar entrará na carteira incubadora, a Melhores Fundos Novas Ideias, inaugurada em março de 2021, composta por fundos long biased lançados há, no máximo, três anos e que tenham potencial de ganhar dinheiro acima da média.

Assine a série Os Melhores Fundos de Investimento

Assim como a Genoa Capital Radar, muitos outros fundos de investimento são analisados na série Os Melhores Fundos de Investimento.

Para ficar por dentro dos melhores conteúdos informativos a respeito dessa modalidade, bem como das carteiras recomendadas pelos analistas, basta clicar aqui e se tornar assinante.