Contra ruído não há argumento

Novos ruídos sobre a relação comercial entre EUA e China colocam as bolsas globais em queda nesta manhã. Às vésperas da reunião oficial entre as duas potências, em Washington, o governo americano resolveu colocar na lista negra empresas chinesas de tecnologia, o que na prática restringe essas companhias de fazerem negócios no país. Pequim respondeu com ameaças de retaliação. Por aqui, a sinalização é de certa recuperação depois da queda de quase 2% do Ibovespa, em meio a boatos posteriormente desmentidos de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deixaria o cargo em fevereiro do ano que vem.