Nada será como antes

Bolsas em compasso de espera pela decisão de política monetária do Federal Reserve, às 15 horas, que deve reduzir em 0,25 ponto os juros americanos. Mas o que está no foco é a entrevista coletiva que o presidente do banco central americano, Jerome Powell, concederá na sequência, às 15h30, quando entrará em detalhes sobre como o colegiado está vendo o cenário econômico, além de atualizar suas projeções. E ele não deve ser tão “dovish” como da última vez. Por aqui, o Copom deve reduzir a taxa básica de juros de 5,5% para 5,0% ao ano, e consolidar a ideia de uma Selic na casa dos 4,0% ao fim do ano.