Investimentos

3tentos (TTEN3) pode dobrar na Bolsa com plano de expansão no Mato Grosso; fique por dentro da operação

Felipe Miranda, CIO e estrategista-chefe da Empiricus, conversa com gestores da companhia do agronegócio e um representante da gestora Alpha Key, acionista relevante – aqui, o raio x da 3tentos

Compartilhar artigo
Data de publicação
23 de fevereiro de 2022
Categoria
Investimentos

O agronegócio tem puxado a economia brasileira nos últimos tempos – representa 28% do PIB total. Para pegar carona nesse setor tão promissor, Felipe Miranda, CIO e estrategista-chefe da Empiricus, diz que gosta das ações da 3tentos (TTEN3).

“A empresa roda super bem no Rio Grande do Sul e, se executar a sua expansão para o Mato Grosso, pode dobrar seu valor na Bolsa”, disse Felipe Miranda, em uma live no canal da Empiricus no YouTube, nesta semana. Foi um bate-papo descontraído com gestores da companhia e com um representante da Alpha Key, uma gestora que é acionista. 

O objetivo foi fazer um raio-x das operações e dos planos da companhia, que fez seu IPO relativamente há pouco tempo e ainda está fora do radar da maioria.

A ação é recomendada na série Ações Exponenciais da Empiricus.

Vale lembrar que o IPO da 3tentos foi realizado em julho de 2021, por meio de uma oferta restrita (Instrução da CVM no. 476), somente para investidores institucionais e qualificados, levantando R$ 1,3 bilhão. 

Mas, no início deste mês, a empresa realizou um follow-on, destravando assim, conforme processo regulatório, o acesso das suas ações ao público em geral

Como atua a 3tentos

De acordo com Maurício Hasson, CFO da 3tentos, a empresa representa o ecossistema completo do agronegócio, pois conecta o varejo de insumos agrícolas com a originação de grãos e a indústria. 

Portanto, a atuação se dá nas seguintes frentes: 

  • Varejo de insumos agrícolas: ela vende fertilizantes, sementes e outros produtos para agricultores.
  • Negociação de grãos: ela faz compra e venda da produção de soja, milho e trigo. A empresa tem capacidade para estocagem e ganha com a negociação das sacas.
  • Agroindústria: a 3Tentos tem capacidade para moer grãos e produzir farelo, um componente para a indústria de ração, com margem maior que o grão in natura. Ela também tem fábricas para a produção de óleo de soja e biodiesel.

Hasson explica que a operação no varejo conta com uma base de consultoria técnica, oferecendo o planejamento agrícola aos produtores rurais. 

E o braço industrial da empresa processa cerca de 800 mil toneladas de soja por ano, atendendo mais de 18 mil clientes. 

Em relação à produção de farelo, 60% do total é exportado para a Europa. Já o biodiesel é destinado ao mercado doméstico.

Números da 3tentos – 2021 X 2020:

  • Receita: R$ 5,339 bilhões, 71% acima de 2020
  • Lucro líquido ajustado: R$ 505,46 milhões, alta de 78,7%
  • Ebitda: R$ 381,05 milhões, queda de 8,7% 

Um papel atrativo: processo de avaliação 

Na gestora Alpha Key, que é uma das acionistas da 3tentos, a decisão de investimento foi peculiar, pois a casa não costuma entrar em IPOs nem tinha cobertura formal do setor agro. “Mas ao passarmos pelo prospecto, notamos algo diferente na empresa – a rentabilidade absurda. Chamou atenção o ROE (retorno sobre o patrimônio) de mais de 30% em 2020, com um crescimento forte nas atividades, a um preço convidativo”, disse. 

Conforme ele, a empresa do agro destoava das empresas de tecnologia que estavam fazendo seus IPOs na época. “Eram várias techs que não davam resultado nenhum abrindo capital a múltiplos astronômicos. E a 3tentos, entregando e barata”, comentou o analista. 

Segundo ele, o modus operandi da 3tentos não possui cases comparáveis no mercado, então, não foi possível fazer uma análise por meio de múltiplos. 

A avaliação do potencial retorno foi feita pelo método de fluxo de caixa descontado, com base em projeções de aberturas de lojas e da operação da nova planta em Mato Grosso, incluindo vendas domésticas e exportações. 

Driver: avanço no Mato Grosso

Empresa gaúcha criada em 1995, a 3tentos tem sua sede em Santa Bárbara do Sul, mas agora, além de crescer no Sul do país, está avançando na região Centro Oeste.

Conforme o CFO da 3tentos, os recursos levantados no IPO vêm sendo investidos em dois planos de expansão. 

No Rio Grande do Sul, quando foi feita a abertura de capital, a companhia contava com 40 lojas de varejo. Hoje, já são 47 e o objetivo é chegar a 62 unidades. “Isso quer dizer que se a gente endereçava 6 milhões de hectares de culturas de milho, soja, trigo e arroz, pretendemos atingir uma área próxima a 9 milhões de hectares. Isso significa um crescimento de 50% em abrangência com as novas lojas, em 5 anos”, afirmou na live. 

No Mato Grosso, a estratégia é levar o modelo de negócios inicialmente para a região da BR163, entre os municípios de Sorriso e Sinop. 

Nessa área, já existem três lojas em operação e a nova fábrica, em Vera, está com 37% da obra concluída. A planta fica próxima de companhias produtoras de proteínas e de importantes canais de exportação, destacou Maurício Hasson. 

Mato Grosso já é uma realidade para nós, estamos satisfeitos com a nossa entrada. Começamos a buscar clientes por lá em setembro do ano passado, estamos formando times e, hoje, já temos mais de 40 pessoas trabalhando na região”, acrescentou Luiz Osório Dumoncel, CEO da 3tentos. 

Ele disse ainda que a empresa vai replicar no Mato Grosso o centro tecnológico de plantio agrícola para impulsionar a produção na localidade. 

Segundo os executivos, a companhia atua de forma diversificada – do varejo, passando pela originação de grãos até a produção industrial. E agora, conta também com diversificação em duas regiões do país, o que é benéfico até por questões climáticas. Inclusive, o momento é desafiador com estiagem no Rio Grande do Sul e quebra de safras. 

Convido você para assistir ao vídeo completo com essa conversa interessante sobre a 3tentos: clique aqui

E continue acompanhando o site da Empiricus para acompanhar tendências de mercado e saber mais sobre ações e outros ativos recomendados pelos analistas da casa.