Times
Investimentos

Arezzo (ARZZ3), Grupo SBF (SBFG3) e mais: confira 10 ações para investir em dezembro

Para analistas da Empiricus Research, é hora de “colocar o pé” no varejo no mês de dezembro. Veja quais as melhores ações para o momento.

Compartilhar artigo
Data de publicação
1 de dezembro de 2023
Categoria
Investimentos

Novembro trouxe o brilho que faltava para os ativos de risco. O Ibovespa, principal índice de ações brasileiro, encerrou o mês em alta de mais de 12%, maior valorização mensal em três anos.

Segundo Larissa Quaresma, a inflação local controlada e o bom andamento de pautas econômicas em Brasília ajudou a manter os investidores otimistas. “Mas, diria que 50% desse resultado é reflexo do investidor gringo, porque lá fora tivemos vários dados de inflação arrefecendo e, pela primeira vez em vários trimestres, tivemos dados de atividade econômica desacelerando nos Estados Unidos”.

O Ibovespa tem potencial para subir em dezembro?

Mesmo com essa disparada, os analistas da Empiricus Research acreditam que sim, ainda que possa haver um movimento técnico de queda, já que a alta de novembro foi a maior do século para as Bolsas dos EUA.

“Entendo que ainda há, sim, mais progresso a ser feito. O ciclo de queda da taxa de juros começou recentemente, e os valuations ainda apresentam descontos significativos de forma geral. Com a Bolsa já em 127 mil pontos, não vejo motivos para que ela não busque os 130 mil pontos ou até mesmo os 135 mil pontos até o final do ano“, afirma Matheus Spiess, outro analista da casa.

“Mesmo que tenha subido bastante em novembro, a Bolsa ainda está bem barata. Se olharmos a relação preço/lucro, excluindo PETR4 e VALE3, que têm um peso grande, o valuation ainda está em 10 vezes P/L, o que ainda é um desvio-padrão abaixo da média histórica desde 2005″, complementa Quaresma.

Para aproveitar essa oportunidade que a Bolsa oferece, a equipe de análise da Empiricus Research traz, gratuitamente, ações recomendadas na carteira de 10 ideias para dezembro.

Grupo SBF (SBFG3) subiu +50% em novembro e continua barata

Em novembro, assim como outras varejistas, a ação do grupo dono de Centauro e Fisia (Nike Brasil) valorizou mais de 50%.

Segundo Quaresma, o papel foi impulsionado pelo resultado do 3T23 acima da expectativa. “O mercado esperava uma empresa com dificuldades financeiros, que não fosse conseguir recuperar patamar de rentabilidade e execução que teve no passado. E o que vimos foi uma empresa corrigindo o rumo, voltando para a média, com uma marca forte e com canais de distribuição poderosos”.

Apesar de toda a alta de novembro, na visão de Quaresma, o papel está muito para trás do seu real potencial, negociando a 9 vezes seus lucros.

‘É hora de colocar o pé no varejo’

Com o fim da temporada de resultados trimestrais, a analista cita a escassez de gatilhos microeconômicos para dezembro.

“Por outro lado, um dos temas macroeconômicos deste mês é as datas comerciais de final de ano, com forte impacto para o varejo, como Black Friday e Natal. Isso ajuda muito o caixa das varejistas, por isso aumentamos um pouquinho o peso no setor na carteira recomenda para este mês”, explica.

O outro tema, ela conta, é o ano safra do agronegócio: “Dezembro é um dos últimos meses de plantio do ano-safra, que termina em março, e é um período muito importante. Só que estamos sob um efeito climático chamado El Niño, que traz muita chuva no Sul e seca no Norte e Nordeste. Então, diminuímos um pouco a exposição da carteira ao agro, para abrir espaço para as varejistas“.

Por fim, menciona o calendário de “Investor Day” que se intensifica em novembro e dezembro nas empresas listadas “As empresas gostam de fazer encontro com investidores no final do ano para alinhar expectativas para os próximos anos”.

Iguatemi (IGTI11) e Arezzo (ARZZ3) são boas pedidas

A ação do segmento de shopping centers, com exposição ao real estate e ao varejo, é um dos destaques da carteira, para Quaresma. “O papel andou bem em novembro, mas não tanto quanto as demais e pode ser uma boa oportunidade”.

Além dela, a analista ainda recomenda Arezzo (ARZZ3), pelo posicionamento diferenciado da varejista de moda no mercado e por ter também subido menos que as concorrentes da Bolsa no mês passado.

Para conferir esta e outras recomendações para dezembro gratuitamente, basta clicar neste link ou no botão abaixo para ter acesso ao relatório completo de cortesia.