Times
Investimentos

HGLG11, KNCR11, PVBI11 e mais 5 FIIs: veja as notícias da semana sobre os fundos imobiliários

Confira notícias sobre assembleias, ocupações, aquisições, além de novas emissões de cotas.

Compartilhar artigo
Data de publicação
14 de novembro de 2023
Categoria
Investimentos
fundos imobiliários fiis

A seguir, apresentamos as últimas notícias referente aos fundos imobiliários recomendados pela Empiricus Research.

#HGLG11: o CSHG Logística informou o atraso da assinatura do contrato de expansão com a Shopee no HGLG Betim após a negociação de um aumento no valor de locação, com a contrapartida de investimentos pelo fundo no imóvel. Ademais, a gestão está em vias de celebrar três contratos de locação, sendo duas expansões, nos ativos HGLG Washington Luiz, CLE e DCC, o que resultaria na ocupação de uma área total de 10,5 mil metros quadrados.

#HGPO11: o CSHG Prime Offices comunicou que a vacância financeira do portfólio foi elevada de 2,02% para 5,71% após o recebimento do último aluguel referente aos conjuntos vagos do Ed. Platinum. No Metropolitan, o fundo está nas tratativas finais para repor a área devolvida pela Spectra e renovação antecipada de uma das unidades do ativo, com ajuste no valor de locação.

#KNCR11: o Kinea Rendimentos informou a realização de três assembleias gerais de titulares (AGT), sendo a primeira referente ao CRI Torre Almirante para flexibilização de alguns covenants imobiliários da operação. Como contrapartida, foi aprovado um reforço das garantias. A segunda foi relacionada à mudança de controle do ativo que garante o CRI Ed. Concórdia, em virtude da aquisição do imóvel de mesmo nome por um Fundo Imobiliário. Com isso, foi possível obter um aprimoramento nas garantias do título, além do incremento da remuneração para CDI + 2,5% ao ano.

Por fim, foi realizada uma AGT para aprovar a venda de uma fração ideal do shopping Praia de Belas, que garante a operação do CRI de mesmo nome. A autorização é condicionada à realização de uma amortização extraordinária da dívida em proporção superior ao valor da fração alienada, o que aumentaria o nível de cobertura do CRI.

#KNIP11: o Kinea Índice de Preços comunicou a realização da AGT do CRI Torre Almirante e Praia de Belas, que comentamos na atualização do KNCR11 acima. Além disso, o FII mencionou a assembleia do CRI Portfólio Ed. Corporativos, que aprovou a amortização extraordinária de aproximadamente R$ 52,5 milhões, com recursos provenientes da venda de um dos imóveis que garantem a operação.

#KNRI11: o Kinea Renda Imobiliária anunciou a locação de meio andar (600,77 metros quadrados) do Ed. Boulevard Corporate Tower para a Unidas, uma das maiores locadoras de carros do país. Com isso, a vacância física do fundo foi para 3,13% (ante 3,22%) e a vacância financeira foi para 9,1% (ante 9,34%). Ademais, foi iniciada a obra do Ed. Biosquare São Paulo (Desenvolvimento Pinheiros), com perspectiva de conclusão para o primeiro semestre de 2026.

#PVBI11: o VBI Prime Properties anunciou a sua quinta distribuição de cotas, com o objetivo de captar R$ 600 milhões por meio da emissão de aproximadamente 5,9 milhões de cotas em uma oferta realizada nos termos da RCVM 160, destinada para investidores profissionais e atuais cotistas. Os investidores poderão subscrever ao preço de R$ 100,97 por cota, considerando o custo de distribuição de R$ 0,01 por cota (0,01%).

O fator de proporção será de 0,456 por cota. O cronograma estimado indica que o período de exercício do direito de preferência será iniciado no dia 22 de novembro, com encerramento no dia 04 de dezembro. Segundo a gestão, os recursos captados serão destinados para o pagamento da última parcela do Union FL e para a aquisição de dois ativos, o The One e o Vera Cruz II.

#RBRF11: o RBR Alpha, em conjunto com o RBR Malls, comunicou a aquisição de 8,64% do FII Eldorado, detentor da fração ideal de 4,32% do shopping Eldorado, um dos melhores ativos de São Paulo. O valor acordado foi de R$ 110 milhões (R$ 33,5 mil por metro quadrado), a um cap rate estimado de 7,5% ao ano, com base no NOI projetado para o primeiro ano de aquisição do ativo. O empreendimento possui 75,5 mil metros quadrados, um total de 305 lojas direcionadas para o público A/B e é administrado pela ALLOS.

#RVBI11: o VBI Reits FoF (RVBI11) anunciou a sua segunda emissão de cotas, na qual busca captar R$ 750 milhões por meio da distribuição de 8,8 milhões de cotas, a um valor de R$ 84,89 por cota (considerando o custo de 0,01%) e fator de proporção de 6,136. O cronograma estimado indica que o período de exercício do direito de preferência será iniciado no dia 13 de novembro (segunda-feira), com encerramento no dia 29/11.

A emissão tem como objetivo a incorporação dos fundos BLMR11, BLMC11, MORC11 e MORE11 por meio do pagamento de cotas do RVBI11 para os atuais cotistas dos quatro FIIs citados. Dado o potencial conflito de interesses, o RVBI11 convocou os seus cotistas para uma assembleia geral extraordinária (AGE) para deliberar sobre a operação e para atualizar o seu regulamento para esta nova fase. A votação deve ser realizada até o dia 24 de novembro.

#TRXF11: o TRX Real Estate comunicou a assinatura do memorando de entendimentos para a venda de um imóvel localizado em Caucaia (CE), composto por duas áreas distintas, sendo a primeira um centro de distribuição (CD) locado ao Grupo Pão de Açúcar (GPA), e a segunda uma loja ocupada pelo Assaí. Somados, os empreendimentos apresentam uma área bruta locável (ABL) de 43,37 mil metros quadrados.

A transação foi acordada no valor de R$ 132,5 milhões, em linha com o último laudo de avaliação do imóvel, gerando um lucro de R$ 17,45 milhões (lucro de R$ 1,32 por cota), o que gera uma margem de 13,2% e representa uma taxa interna de retorno (TIR) de 11,5% ao ano. O cap rate da venda é de 7,69%.