Investimentos

Vale comprar Cosan (CSAN3)? Para analistas, recentes quedas na Bolsa não condizem com fundamentos da companhia

A ação da holding tem performado mal na bolsa, mas a solidez de suas empresas sugere dividendos promissores no futuro, dizem analistas

Compartilhar artigo
Data de publicação
17 de maio de 2022
Categoria
Investimentos
Logo da Cosan (CSAN3)
Analistas explicam se vale comprar Cosan (CSAN3) considerando recentes quedas na Bolsa. Fonte: Divulgação/Cosan

Apesar das recentes quedas acentuadas da companhia na Bolsa, as ações da Cosan (CSAN3), que já constava no portfólio Oportunidades de Uma Vida, passaram a integrar outras duas carteiras da Empiricus, em maio –  Double Income e Vacas Leiteiras, que tem foco em proventos. 

Justamente uma das vantagens de CSAN3 é o pagamento de dividendos: o dividend yield esperado para esse ano é de 7,8%, e de 11,86% para 2023. 

Os motivos por trás da incorporação da Cosan aos portfólios são detalhados nos relatórios das duas séries. Felipe Miranda, CEO e estrategista da casa, e Matheus Spiess, analista, assinam a publicação do Double Income, enquanto o relatório do Vacas Leiteiras traz as observações dos analistas Rodolfo Amstalden, Richard Camargo e Ruy Hungria.

Felipe chegou a dizer em uma live recente que a performance negativa de CSAN3 na B3 recentemente é um movimento descolado dos fundamentos da empresa.

Para ele, isso pode ser explicado pelo fato de os fundos terem que honrar resgates dos cotistas diante de uma dinâmica de turbulência no mercado e aversão ao risco, o que acaba impactando também os papéis de qualidade. Por outro lado, o mercado pode ter sido influenciado pelo resultado da Raízen no 1T22, que não foi bom. Por sua vez, o desempenho de outras subsidiárias foi positivo nos primeiros três meses do ano, com destaque para Compass e Rumo. 

Fonte: Cosan/resultado 1T22

A empresa conta com boa equipe de gestão e tem alto potencial à frente. “Cosan atua com distribuição de combustíveis, de gás, tem uma ferrovia, portanto, é uma companhia diversificada e defensiva”, ressalta Felipe sobre a holding. 

Confira agora os principais pontos abordados nos relatórios das séries da Empiricus: 

Companhia se destaca pela diversificação

Cosan é dona ou acionista de grupos de diversos segmentos :Raízen, Compass, Rumo e Moove

Cada um desses setores traz uma vantagem competitiva diferente à companhia, segundo os analistas. Veja abaixo:

Graças à Raízen, é atualmente a maior fabricante de etanol e exportadora de cana-de-açúcar do mundo. Na América Latina, o conglomerado também é responsável pela operação de ferrovias por meio da Rumo. Além disso, também atua na produção e distribuição de lubrificantes, através da Moove, e no transporte e distribuição de gás, com a Compass.

A companhia tem criado valor aos acionistas nos últimos 13 anos através da compra de ativos por bons preços, transformando-os em seguida em bons geradores de caixa a partir de uma gestão operacional de qualidade, destacam os analistas da Empiricus. 

Os resultados dessa abordagem são observados no desempenho de cada marca subsidiária: o Ebitda da companhia tem crescido substancialmente nos últimos anos:

A capilaridade da atuação da empresa é um atrativo, e a ampla exposição da Cosan ao agronegócio (setor em que o Brasil é potência) sugere a capacidade de gerar retornos crescentes ao longo dos anos, diz o relatório da série Double Income. 

Espaço para crescimento

Apesar da queda nas ações da Cosan, os analistas da casa seguem otimistas quanto às perspectivas de lucro a médio e longo prazo. 

A solidez dos negócios da companhia chama a atenção e há expectativa de crescimento para as subsidiárias do grupo Cosan. Destacam-se os planos da Raízen de abrir 5 mil lojas de conveniência com a Femsa e seus projetos inovação (como o Etanol de segunda geração), o cenário positivo para a produção agro no país, da qual se beneficia a Rumo, além do incremento da atuação da Compass, com a abertura do mercado do gás para a iniciativa privada.

Por causa disso, os analistas consideram este um bom momento para ter ações CSAN3 na carteira. “Negociando por cerca de 10 vezes lucros depois da queda de cerca de 20% nas últimas semanas, a Cosan é dona de ativos geradores de caixa, com amplo potencial de crescimento orgânico e ainda conta com uma gestão com ótima disciplina de capital para encontrar oportunidades que geram valor ao acionista”, apontam os analistas.