Times
Investimentos

Vinci Logística (VILG11) celebra acordo para alienação do CD Cachoeirinha; veja a análise da operação

Transação será no valor total de R$ 100 milhões

Compartilhar artigo
Data de publicação
31 de janeiro de 2023
Categoria
Investimentos
Vinci Logística (VILG11)

Na manhã de hoje (31), o Vinci Logística (VILG11) comunicou a celebração do acordo para alienação do CD Cachoeirinha.

Localizado no município de Cachoeirinha (RS), a 28 quilômetros de Porto Alegre, o imóvel conta com classificação A pela Buildings e está totalmente ocupado pela AGV Logística, por meio de um contrato típico que foi renovado no último semestre até julho de 2027.

Caso seja concretizada, a transação será no valor total de R$ 100 milhões pela totalidade do ativo, o que equivale a R$ 2,7 mil por metro quadrado, a um cap rate de 7,6% ao ano, levando em consideração a receita operacional líquida (NOI) do galpão no mês de janeiro. As condições de recebimento ainda não foram divulgadas.

A Vinci ainda não disponibilizou os dados da operação no detalhe, portanto, não há definição de rentabilidade e/ou destinação dos recursos recebidos. Em janeiro de 2020, o VILG11 adquiriu o imóvel por R$ 77,6 milhões (cerca de R$ 2,1 mil por metro quadrado).

Deste modo, estimamos um ganho de capital próximo de R$ 20 milhões, equivalente a pouco mais de R$ 1,30 por cota.

Análise da transação é positiva e VILG11 segue como recomendação

No geral, acreditamos que a transação seja positiva para o VILG11, gerando valor para o cotista com um ganho de capital interessante, além de mostrar a capacidade da gestão de realizar um bom giro do portfólio.

Com um desconto de 15,8% em relação ao valor patrimonial, as cotas do VILG11 seguem recomendadas em nossa Carteira de Renda.