Times
Mercado

Instituições financeiras: conheça os principais tipos e o que cada uma faz

As instituições financeiras são essenciais para o desenvolvimento da economia. Saiba quais são os principais tipos de instituições financeiras e como elas atuam no mercado.

Por Equipe Empiricus

31 de janeiro de 2023, 23:46

As instituições financeiras são agentes econômicos que possuem um papel importante na economia. Elas estão presentes diariamente na vida das pessoas.

Seja concedendo crédito ou até mesmo intermediando investimentos, é por meio das instituições financeiras que o dinheiro circula no país em maior ou menor volume.

O que são as instituições financeiras?

Instituições financeiras são entidades que possuem a permissão do Banco Central para captar recursos, conceder créditos e intermediar a compra e venda de valores mobiliários.

Ela tem como principal função captar dinheiro dos poupadores para emprestar para os devedores. Ou seja, ela toma recursos de agentes superavitários e os empresta para os agentes deficitários.

Essa transferência colabora para o giro da economia. Pois, um agente superavitário nem sempre está disposto a empreender. No entanto, um agente deficitário tem essa disposição e falta capital para ele.

Ao ter acesso a esse capital, esse agente constrói uma empresa, gera empregos e gira a economia, e em contrapartida, o agente superavitário recebe juros por esse empréstimo.

Como todo o processo é intermediado por uma instituição financeira, isso traz mais segurança para os dois lados e colabora para a saúde da economia.

Qual a função de uma instituição financeira?

A função de uma instituição financeira é captar e emprestar recursos através de alguns instrumentos. Além disso, ela também pode gerenciar esses recursos e intermediar investimentos.

Dentre os serviços oferecidos estão os empréstimos, transferências, pagamento de contas, intermediação de investimentos e até mesmo ofertas de seguros.

Cada instituição financeira possui um código específico no Brasil. Ele é composto por 3 dígitos, sendo essa sequência chamada de Código do Sistema de Operações Monetárias e Compensação de Outros Papéis.

  • Quer aprender como fazer seu dinheiro trabalhar para você? Liberamos 7 aulas gratuitas do curso “Jornada da Liberdade Financeira”, com a analista Larissa Quaresma. Clique aqui para assistir.

Quais são os tipos de instituições financeiras?

Diante do avanço do mercado financeiro expandiram-se a quantidade de tipos de instituições financeiras no país. Vamos abaixo falar sobre as principais delas.

Banco Central do Brasil

O principal agente financeiro do país é o Banco Central, que é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Fazenda.

Cabe ao BC garantir a estabilidade econômica do país, sendo o responsável por manter o poder de compra da moeda nacional, regularizar e fiscalizar as demais instituições financeiras.

É o Banco Central quem exerce o controle de fluxo de capital estrangeiro e crédito através da compra e venda dos títulos federais.

Banco Comercial

Os bancos comerciais são as instituições que estão mais presentes em nossas vidas. Eles são os responsáveis por tomar e emprestar os recursos.

Além disso, eles também podem oferecer fundos de investimentos e títulos de capitalização, podendo ser privados ou públicos.

A principal fonte de recurso de um banco comercial são os depósitos à vista, a prazo e o inter-financiamento, assim como as prestações de serviços realizados.

Bancos de Desenvolvimento

Uma outra instituição financeira com papel relevante na economia é o BNDES. Ele é um órgão público federal vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

A sua principal finalidade é fomentar a atividade econômica em várias frentes, sendo que o banco visa gerar renda, emprego e melhorias sociais em vários setores.

Caixa Econômica

A Caixa Econômica é uma instituição pública que tem por intuito suprir as necessidades sociais, assim como gerenciar poupanças seguindo critérios de mercado.

Normalmente uma Caixa Econômica oferece os mesmos produtos e serviços que um banco comercial, sendo que a principal diferença está na estrutura de propriedade e repartição dos benefícios.

Outro ponto que merece atenção é que para garantir o seu futuro, bem como desenvolver obras sociais para beneficiar a sociedade, o lucro da Caixa Econômica é destinado a títulos de reserva.

Cooperativas de crédito

As cooperativas de créditos nada mais são que uma associação de pessoas que prestam serviços financeiros para os seus cooperados.

Essa é uma alternativa ao banco comercial para fomentar um setor com taxas mais baixas e maior participação popular. Afinal, cada cooperado possui uma cota na cooperativa.

Como há uma diminuição do spread bancário nesses casos, é possível que a rentabilidade de quem investe seja maior, e a taxa de juros de quem toma dinheiro menor.

Além das entidades citadas, existem diversas outras como gestoras de investimentos, bancos de investimentos, fundos de investimentos, corretoras de câmbio, entre outros.

E o que são instituições financeiras não-bancárias?

Existem algumas instituições que são consideradas não bancárias, mas que possuem acesso aos serviços financeiros.

Dentre as principais estão os Bancos de Investimentos, Bancos Estaduais de Desenvolvimento e Companhias Hipotecárias etc.

Elas não podem receber depósito à vista e nem criar moeda através de operações de crédito, geralmente apenas circulam alguns produtos como ações, CDBs, títulos, letras de câmbio e debêntures.

Em resumo as instituições financeiras são cruciais para o funcionamento do Sistema Financeiro Nacional e para o desenvolvimento do país.

Foi possível compreender o que são instituições financeiras? Se sim, compartilhe esse conteúdo e contribua para melhorar o conhecimento de mais pessoas.

Sobre o autor

Equipe Empiricus

A maior equipe de análise de investimentos do Brasil, 100% dedicada a te ajudar a encontrar as melhores oportunidades de investimento.