Times
Economia

Open Market: o que é e como esse mecanismo monetário é utilizado para controlar a inflação?

O Open Market é realizado pelo Banco Central e tem impacto direto na economia e nos investimentos. Entenda como funciona o Open Market.

Por Equipe Empiricus

27 fev 2024, 11:00 - atualizado em 27 fev 2024, 11:01

Imagem representando o open market, um tipo de transação da política monetária na qual o Banco Central aumenta ou reduz a quantidade de moeda em circulação.
Open Market

O Banco Central executa algumas manobras que visam manter a economia sob controle, evitando, por exemplo, um aumento expressivo da inflação. Dentre as manobras mais conhecidas está o que é chamado de open market, ou simplesmente mercado aberto.

O open market envolve a compra e venda de títulos da dívida pública, ajudando a controlar a quantidade de moeda disponível no país. De forma geral, esse tipo de operação costuma ter muito sucesso e permite um bom controle dos resultados. 

O que é Open Market?

Open market é um tipo de transação da política monetária na qual o Banco Central aumenta ou reduz a quantidade de moeda em circulação ao vender ou comprar títulos da dívida pública.

Os acordos são feitos com bancos comerciais após uma análise profunda da atual situação econômica. Assim, ao comprar títulos, mais dinheiro fica disponível no mercado. Por outro lado, se os títulos são vendidos, a quantidade de moeda em circulação reduz.

Uma das características principais desse tipo de manobra é a sua alta flexibilidade, o que permite que os devidos ajustes sejam feitos para chegar ao resultado esperado. Assim, se o Banco Central perceber que cometeu um erro, ele pode ser facilmente corrigido.

Por exemplo, se uma operação realizada deixou a inflação fora de controle, a solução é executar uma operação inversa. 

Para que servem as operações de Open Market? 

Estas operações são extremamente relevantes para a economia de um país, ajudando a manter os números sob controle. Dentre os principais objetivos é possível citar:

  • Manter a taxa de juros dentro do esperado no curto prazo;
  • Negociar títulos de dívida pública;
  • Controlar a circulação de moeda na economia diariamente;
  • Aumentar a liquidez dos títulos públicos.

Importância do Open Market para a política monetária 

A importância do open market para a política monetária está ligada ao controle da inflação.

Em um cenário hipotético em que a quantidade de dinheiro em circulação está muito alta, pode ocorrer um aumento da demanda por bens e serviços, o que, por sua vez, resulta em uma elevação dos preços e da inflação.

Nesse caso, o Banco Central pode optar pela venda de títulos públicos, o que reduz a quantidade de moeda no mercado e tende a frear a alta dos preços.

Por outro lado, se o país estiver em crise, a estratégia pode ser colocar mais dinheiro em circulação para movimentar o mercado e gerar liquidez.

Os investimentos são afetados por esse tipo de manobra, pois o mercado aberto é capaz de influenciar no preço de um ativo. Portanto, o investidor precisa estar atento aos diferentes cenários e criar mecanismos para se proteger de possíveis perdas financeiras.

Uma excelente dica é manter a carteira com investimentos variados, assim é mais fácil reduzir os efeitos de flutuações econômicas e manter uma boa rentabilidade.

Níveis do open market

O que nem todo mundo sabe é que as operações de mercado aberto não são todas iguais, por isso, há uma divisão em dois níveis.

Primário

No nível primário, o Banco Central negocia os títulos diretamente com os outros bancos do país, que são chamados de dealers. Então, as operações não ficam disponíveis para o público.

Essas negociações são bem flexíveis e rápidas, sendo executadas até mesmo pela internet ou pelo telefone.

Caso haja interesse em disponibilizar esses títulos para o público, isso deve ser feito pelos próprios dealers.

Secundário

As operações secundárias são feitas entre os bancos e outros interessados, como os investidores em geral. Nesse cenário, quem adquire títulos do tesouro direto, por exemplo, está contribuindo diretamente com as operações de open market.

Quem faz open market?

As operações de open market são de responsabilidade do Banco Central.

Quando ocorre o open market?

O open market pode ocorrer em diferentes momentos conforme a necessidade. Esse tipo de operação acontece após uma análise da situação de mercado feita pelo Banco Central.

Quem define a taxa de juros Selic?

A Selic é definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do BC. A Selic é a taxa básica de juros da economia e tem grande impacto nos investimentos.

O que acontece se a taxa Selic cair?

Quando a Selic está em baixa, os juros reduzem e o acesso ao crédito é facilitado, o que aumenta o consumo. Em contrapartida, a inflação pode subir.

Qual é a taxa Selic hoje?

A taxa Selic encontra-se em 12,25% ao ano.

Sobre o autor

Equipe Empiricus

A maior equipe de análise de investimentos do Brasil, 100% dedicada a te ajudar a encontrar as melhores oportunidades de investimento.