Livro “Liderança para a Inovação” mostra que criatividade e inovação também devem ter espaço dentro das empresas

Antes, quando pensávamos em inovação, o tema estava associado a patentes, marcas e registros burocráticos no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Mas a verdade é que a inovação pode se espalhar para muitas outras áreas de nossas vidas e revolucionar o modo como solucionamos problemas e propomos ideias. Este é o tema do livro […]

Compartilhar artigo
Data de publicação
8 de outubro de 2021
Categoria

Antes, quando pensávamos em inovação, o tema estava associado a patentes, marcas e registros burocráticos no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial). Mas a verdade é que a inovação pode se espalhar para muitas outras áreas de nossas vidas e revolucionar o modo como solucionamos problemas e propomos ideias. Este é o tema do livro “Liderança para a Inovação” de Maria Augusta Orofino, que é professora e especialista em inovação, liderança e metodologias ágeis.

“Hoje a gente tem um parâmetro muito amplo do que pode ser inovação”  ‒ Maria Augusta Orofino ao podcast Resenha Empiricus.

A obra compila os artigos de seu blog que mais fizeram sucesso na busca do Google, durante seus 10 anos de existência. O propósito da obra é democratizar o conhecimento sobre inovação, usando uma linguagem simples e traduzindo conteúdos muitas vezes apenas disponíveis em inglês. Para isso, a autora se baseou no seu extenso currículo como palestrante, pesquisadora, educadora corporativa e professora em instituições de ensino renomadas.

O livro é dividido em quatro partes: aprender, empreender, liderar e inovar, cada uma com um conjunto de histórias tangíveis e muito interessantes para o leitor absorver de forma mais palpável as ideias transmitidas.

A autora participou também do podcast Resenha Empiricus, dando mais detalhes sobre seu novo livro e falando sobre temas atuais como home office, burnout e mudanças na forma de liderar.

Em sua participação no podcast, Orofino deu o exemplo dos aplicativos de smartphone, que são grandes facilitadores em nosso cotidiano. Para ela, é importante que os empreendedores saiam de casa e vejam o mundo ao seu redor, para entender os problemas e então, propor melhorias. 

A autora reforça que é preciso sair da zona de conforto para vislumbrar novos cenários, uma vez que o “dia a dia nos cega”. 

Segundo a professora, os empreendedores de sucesso são aqueles que “são apaixonados por problemas” e assim, a partir deles, conseguem propor soluções inovadoras. 

“A inovação pressupõe mudança” ‒ Maria Augusta Orofino ao podcast Resenha Empiricus

Líderes controladores são coisas do passado

Outro assunto abordado no livro e no podcast foi a necessidade de mudança de postura dos líderes. Aquela história de que líder tem que ser controlador e supervisionar seus funcionários o tempo todo é coisa do passado. 

Para Orofino, a liderança inovadora é aquela que “estimula a paixão” e preza por uma relação mais humanizada, tratando os colaboradores como pessoas e não como meros “recursos” humanos. A autora reforça que as empresas precisam cada vez mais enxergar os funcionários como pessoas que têm vida social, instabilidade emocional, filhos, e não apenas como alguém que precisa bater ponto na hora certa.

Em suma, “Liderança para a Inovação” é um livro que mapeia as transformações culturais que estão ocorrendo nas empresas rumo à inovação. Com dicas práticas e linguagem acessível, a obra traz aquilo que é necessário para que as empresas comecem a pensar numa dinâmica de trabalho ambidestro, que inclui tanto a eficiência operacional quanto a inovação e criatividade e, claro, um foco em todas as pessoas envolvidas (clientes e equipe)..