Maior e melhor

A esta altura é bem capaz que você já saiba, portanto, corro o risco de parecer repetitivo. Mas hoje a Empiricus é de longe a maior […]

Compartilhe:
Maior e melhor

A esta altura é bem capaz que você já saiba, portanto, corro o risco de parecer repetitivo. Mas hoje a Empiricus é de longe a maior publicadora de conteúdos de investimento do Brasil. Estamos nos aproximando rapidamente dos 200 mil assinantes pagantes únicos. A título de comparação, o jornal “Valor Econômico”, do poderoso Grupo Globo, conta com apenas 30 mil assinantes.

Não há como negar que estar numa empresa de maior porte traz grandes benefícios. E não digo apenas para mim, na condição de sócio. Uma empresa maior atrai e retém recursos humanos melhores. Como estamos no negócio de ideias, é imprescindível poder contar com as melhores cabeças pensantes do mundo dos investimentos, e isso estamos conseguindo.

Outra enorme vantagem de ser relevante vem da ampliação e do aprofundamento das relações institucionais. Somos procurados e visitados por empresas e gestores de primeira linha.

Um exemplo emblemático foi a visita, no ano passado, do CEO da Vale, Fabio Schvartsman, quando do esforço de divulgação da oferta de conversão das ações preferenciais em ordinárias. A visita foi um pedido do próprio diretor de RI da empresa, que buscava na Empiricus um canal de comunicação com o investidor pessoa física.

Mas o grande beneficiário do nosso maior porte é você mesmo. Ora, com uma equipe maior e melhor, com acesso aos participantes que realmente importam no mercado, com um modelo independente totalmente alinhado com o assinante, temos a fórmula ideal para produzir os melhores conteúdos de investimento do Brasil.

E o nosso histórico de acertos é a prova disso.

Outro enorme benefício que trazemos ao nosso leitor com uma Empiricus maior está no calibre dos convidados que trazemos para escrever e conversar com os nossos assinantes. Isso tudo sem tirar nada do conteúdo que já oferecemos, produzido por nossa equipe de 30 editores-analistas e especialistas.

Neste exato momento, por exemplo, você pode ter acesso às ideias dos seguintes convidados:

– Alexandre Schwartsman, ex-diretor do BC e um dos maiores economistas do Brasil.
– Rogério Xavier, sócio-fundador da SPX, uma das mais bem-sucedidas gestoras de recursos do país.
– Luiz Alves, sócio-fundador da Alaska, destacada gestora de ações, e um dos maiores investidores individuais da Bolsa brasileira.

E, de vez em quando, como uma cereja no bolo, investimos pesado para trazer as melhores cabeças do mundo para falar com você.

Ainda me enche de orgulho o fato de termos trazido ao Brasil, em 2016, o professor Daniel Kahneman, o papa das finanças comportamentais e Prêmio Nobel de Economia de 2002.

No ano passado, realizamos um antigo sonho e conseguimos que nosso guru Nassim Taleb, obsessão pessoal do Felipe e meu autor favorito, palestrasse no evento de 8 anos da Empiricus.

E por falar em Nassim Taleb e Felipe Mirada, convido-o a se inscrever na lista preferencial do novo projeto do Felipe, O Cisne Negro.

Conceito que trata da incerteza e da ocorrência de eventos imprevisíveis, O Cisne Negro é o alicerce fundamental de como pensamos investimento aqui na Empiricus.

É impossível prever o que vai acontecer, mas há muitas maneiras de se beneficiar do incerto.

E é justamente para O Cisne Negro que traremos o convidado de honra de 2018, o Prêmio Nobel de Economia de 2017, Richard Thaler. Thaler é o outro papa das finanças comportamentais, junto com Daniel Kahneman. Ouvir o que ele tem para falar, especialmente neste momento de definições para o Brasil e, consequentemente, para os nossos investimentos, certamente fará grande diferença no nosso futuro financeiro.

De quebra, ainda vamos trazer o ex-ministro da Fazenda Pedro Malan, um dos pais do Plano Real. Não consigo pensar em alguém melhor para elucidar os possíveis caminhos que trilharemos nos próximos anos.

Imperdível!