Investimentos

Ações microcaps foram as que mais se valorizaram em 26 anos, estão baratas e têm potencial de formar novos milionários com a retomada da bolsa em 2022; conheça o primeiro papel mais promissor

Nos últimos 26 anos, de 1995 a 2021, movimentos de fortíssima valorização na bolsa brasileira aconteceram 5 vezes. Eles foram causados após crises econômicas de nível mundial, que abalaram fortemente os mercados financeiros do mundo todo. Mas que, depois de algum tempo, resultaram nas maiores multiplicações de patrimônio já vistas. Se você não se recorda de nenhum destes […]

Compartilhar artigo
Data de publicação
26 de janeiro de 2022
Categoria
Investimentos

Nos últimos 26 anos, de 1995 a 2021, movimentos de fortíssima valorização na bolsa brasileira aconteceram 5 vezes. Eles foram causados após crises econômicas de nível mundial, que abalaram fortemente os mercados financeiros do mundo todo. Mas que, depois de algum tempo, resultaram nas maiores multiplicações de patrimônio já vistas.

Se você não se recorda de nenhum destes eventos, deixe-me refrescar a sua memória. Em 2008, por exemplo, a crise do subprime atingiu os Estados Unidos, motivada pela concessão desenfreada de empréstimos imobiliários a pessoas de alto risco de crédito, isto é, com pouca credibilidade financeira e credibilidade para pagar as contas.

A crise provocou o desequilíbrio da maior economia do mundo e, com isso, o Brasil também foi impactado. Na época, a bolsa brasileira teve ativos extremamente descontados, em alguns casos custando até mesmo centavos.

Mas assim como em todas as outras crises econômicas que já ocorreram ao longo da história, uma hora a recuperação aconteceu. Com o tempo, boa parte das empresas brasileiras recuperaram as perdas e, consequentemente, viram suas ações subirem de preço.

No entanto, não foram todas elas que tiveram valorizações expressivas no período. Na verdade, apenas um grupo seleto de ações teve mais de 500% de upside nos anos que sucederam a crise.

O caso mais impressionante foi de uma ação brasileira que multiplicou por 206 vezes o patrimônio investido na ocasião. Isso significa que se você tivesse investido R$ 5 mil em uma oportunidade como essa, teria acumulado 1 milhão e 30 mil reais em 10 anos.

Mas esse não foi um caso isolado. Dos mais de 400 papéis listados na B3, 40 deles entregaram valorizações acima de 500%. E sabe o que é ainda mais impressionante? Destas 40 ações, 27 eram consideradas microcaps.

Se você não sabe o que são microcaps, não se preocupe, explicarei melhor sobre este conceito adiante. O mais importante para ter em mente nesse momento é que um movimento como esse que acabei de lhe mostrar pode se repetir ainda este ano.

Quem está dizendo isso não sou eu, mas sim George Wachsmann, CIO e fundador da gestora com mais de R$ 13 bilhões de patrimônio sob custódia, a Vitreo. Para ele, embora retornos passados não sejam garantia de retornos futuros, o cenário brasileiro está desenhado para que esse movimento se repita:

“Estamos em ano de eleição, temos aperto monetário nos EUA, inflação de dois dígitos, juros de dois dígitos… E, claro, não dá para esquecer o que a bolsa sofreu em 2021. É natural que você tenha resistência em momentos assim. Porém, é nessas horas que a gente separa quem pode ou não descer para o play e investir como gente grande” – George Wachsmann

A nova onda de casos de coronavírus causada pela variante Ômicron, juntamente com as eleições presidenciais de 2022, deve trazer momentos de ruídos e volatilidade para a bolsa brasileira. Porém, no ponto de vista de Wachsmann, esse é o timing ideal para investidores com foco em longo prazo se posicionarem.

E se você pensa que isso não passa de conversa fiada, a seguir quero provar por A+B por que você está diante de uma janela de oportunidade para buscar grandes “porradas” de valorização com ativos brasileiros:

‘Não houve um ano sequer de queda forte na bolsa que não tenha sido sucedido por um período de alta de ações’

Provavelmente você não sabia disso até agora, mas é verdade. Desde 1995, não houve um ano sequer de queda forte na bolsa brasileira que não tenha sido sucedido por um ano de alta. E, se você não acredita em mim, basta prestar atenção no gráfico abaixo:

valorização bolsa de valores brasileira de 1995 a 2021

As colunas que estão abaixo da linha mostram os anos de crise da bolsa brasileira. Perceba que estamos falando de quedas fortes de -50%, -60%, -40%. Mas veja o que acontece em todos os anos seguintes, representados pelas colunas acima da linha.

Estamos falando de movimentos de fortíssima alta, principalmente nos 2 anos após os períodos de crise, da ordem de 329%266%179%… Isso significa que, aqueles que investiram no timing certo, pegando ativos com preços extremamente descontados, surfaram ondas de supermultiplicação.

Percebe por que Wachsmann está convicto de que em 2022 não será diferente? Apesar de não poder garantir nenhum tipo de lucro, o movimento cíclico tem tudo para se repetir. É algo histórico e estrutural, não há como questionar.

Agora, como dito anteriormente, não serão todas as ações brasileiras que podem se beneficiar desse ciclo de alta. A verdade é que somente um grupo seleto delas terá upsides acima de 500%, como já aconteceu em crises anteriores.

E a pergunta que o investidor não pode deixar de se fazer neste momento é “quais serão essas ações?

A boa notícia é que Wachsmann já sabe quais são as poucas e promissoras ações com potencial para entregar os maiores lucros com a retomada da bolsa brasileira em 2022. Após um trabalho de análise, de estudo de mercado e de analisar cuidadosamente o timing ideal para a compra desses papéis ele criou  “O Clube dos 100 Milhões”.

Esse clube nada mais é do que uma reunião de investidores realmente interessados em surfar as supermultiplicações que a bolsa pode ter nos próximos meses e anos, após uma crise financeira sem precedentes históricos.

Vai funcionar da seguinte forma: nos próximos dias, Wachsmann vai abrir toda a estratégia da carteira superconcentrada que montou para buscar surfar a alta da bolsa em 3 vídeos gratuitos. O primeiro deles já foi ao ar hoje (26).

Por isso, aconselho que inscreva-se gratuitamente para receber o conteúdo o quanto antes no botão abaixo:

Esse primeiro vídeo será essencial para que você possa começar a sua empreitada em busca das maiores valorizações da bolsa. Afinal, além de abrir toda a estratégia por trás da carteira que montou, Wachsmann liberará dois presentes aos investidores cadastrados:

  1. O nome da primeira ação com potencial de entregar lucros exponenciais com a retomada da bolsa brasileira;
  2. 3 meses de acesso gratuito a qualquer assinatura essencial da Empiricus, a maior casa de análise financeira independente do país (você pode escolher receber indicações de investimentos de criptomoedas, ações, renda fixa, fundos imobiliários, entre outros).

O primeiro vídeo já foi liberado, basta clicar aqui para assistir gratuitamente. Lá, ele vai lhe dar as instruções de como liberar o acesso a esses presentes sem tirar nenhum real do bolso.

Ao meu ver, seria estupidez deixar passar essa oportunidade por preguiça. Sobretudo se pensarmos nas ações que você terá acesso, que são simplesmente as com maior potencial de multiplicação da bolsa seguindo as projeções de Wachsmann…

Ao longo da história, foram essas as ações que mais valorizaram o patrimônio de investidores

Como dito logo no início desta reportagem, não são todas as ações que multiplicam exponencialmente o dinheiro investido após períodos de crise. Na verdade, apenas um seleto grupo de ações tem esse potencial, chamado de “microcaps”.

Trata-se de papéis de empresas ainda com baixa capitalização de mercado, de até R$ 5 bilhões. No entanto, é justamente essa característica que as traz mais potencial, podendo multiplicar o dinheiro investido em 3,5,10,20 e quem sabe quantas vezes mais.

Afinal, ações de grandes empresas como Banco do Brasil (BBAS3), Vale (VALE3), Itaú (ITUB4) e Petrobras (PETR4) são muito boas, sólidas, pagam bons dividendos e você pode carregá-las na carteira por anos, se quiser. Mas não dá para se iludir achando que conseguirá ficar rico com elas.

Se uma dessas empresas aumentassem de tamanho em 5 ou 10 vezes, por exemplo, poderiam ultrapassar o PIB brasileiro. É algo improvável de acontecer. Por outro lado, com as microcaps isso é totalmente possível e já aconteceu inúmeras vezes. Quer um exemplo?

Basta dar uma olhada na tabela abaixo. Essas foram as empresas que, de 2015 a 2020, entregaram as maiores multiplicações da bolsa brasileira:

tabela valorizações de ações microcaps 2015 a 2020
Fonte: Economática e Empiricus

É provável que você não conheça boa parte delas, uma vez que estamos falando de ações de empresas que eram muito pequenas e, portanto, pouco conhecidas. Mas o fato é que mesmo as ações com os piores desempenhos dessa lista poderiam ter feito de você um milionário no passado, a partir de investimentos considerados baixos.

E então, me diga, você gostaria de ter a chance de surfar valorizações como essas no seu patrimônio? Aposto que sim. Mas, para isso, precisará contar com a ajuda de um especialista no assunto. Até porque, como as microcaps têm baixo volume de negociação e capitalização, você dificilmente ficará sabendo de alguma delas antes da maioria dos investidores.

Mas, para Wachsmann, isso não é um problema. O gestor passou os últimos meses analisando cuidadosamente casos de microcaps bem sucedidas após períodos de crises e chegou aos nomes das próximas ações com potencial de terem valorizações absurdas na bolsa brasileira nos próximos meses e anos. Agora, ele está se dispondo a revelá-los para o grande público sem cobrar nada por isso.

Se você quiser, pode ter acesso a essa indicação de investimento e se posicionar enquanto a ação ainda está barata e fora do radar dos grandes investidores. Para isso, basta assistir o primeiro vídeo de forma 100% gratuita:

VÍDEO 1 LIBERADO: SAIBA QUAL É A PRIMEIRA AÇÃO MICROCAP COM POTENCIAL DE MULTIPLICAR O SEU PATRIMÔNIO

Sei que nem todos que leram até aqui farão o cadastro, afinal, se assim fosse, teríamos diversos casos de investidores milionários daqui alguns anos. Mas você e eu sabemos que não é bem assim. As histórias de pessoas que ficaram milionárias em momentos como este são poucas, pois é preciso ter coragem para remar contra a maré em períodos de crise.

Agora boa parte dos investidores está desesperada, desmontando posição em diversos ativos e temendo o que pode acontecer com as eleições se aproximando. Mas saiba que aqueles que mais ganharam dinheiro na bolsa se aproveitaram de situações exatamente iguais à que estamos vivendo agora.

1º vídeo liberado: conheça a primeira ação microcap com potencial para surfar a retomada da bolsa em 2022

Daqui 2 anos, provavelmente você estará lendo sobre as ações que, após uma crise sem precedentes históricos, entregaram multiplicações de patrimônio impressionantes aos investidores que decidiram investir nelas antes da maioria. Nessa hora, eu espero que você esteja no time dos que ganharam dinheiro.

Ao longo da história, momentos cirúrgicos do mercado que possibilitaram que pessoas comuns acumulassem quantias expressivas na conta bancária e, em alguns casos, mudassem de patamar financeiro. Mas também tiveram aquelas que assistiram todo o movimento e ficaram de fora, chorando o leite derramado.

Espero que você não esteja entre os arrependidos que, mais uma vez, deixaram uma janela de oportunidade única passar por puro medo ou insegurança.

Se você quer fazer parte do time de pessoas que provavelmente estarão comemorando os lucros capturados nos próximos 2 anos, sugiro que cadastre-se para receber as instruções de Wachsmann, bem como os presentes que ele preparou.

E é melhor ser rápido, pois o vídeo gratuito onde você saberá o nome da primeira ação em que ele vê maior potencial de valorização na retomada da bolsa para que você possa investir já está liberado. Espero que não deixe essa chance passar: