Times
Investimentos

Cyrela (CYRE3) divulga prévia do 4T23 com desempenho acima da média; veja a análise

Companhia mostra, mais uma vez, bom volume de lançamentos e alta performance de vendas

Compartilhar artigo
Data de publicação
12 de janeiro de 2024
Categoria
Investimentos
Cyrela CYRE3

No final do dia de ontem (11), a Cyrela (CYRE3) divulgou a prévia dos seus resultados operacionais do 4T23, com desempenho acima da média (novamente).

A companhia manteve um ritmo de lançamento sólido, com 13 novos empreendimentos no trimestre, totalizando um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 2,7 bilhões, montante muito próximo da comparação anual (-3%). No acumulado de 2023, a companhia lançou R$ 9,77 bilhões em projetos, superando em 7% o ano anterior. 

As vendas líquidas contratadas somaram quase R$ 2,6 bilhões no trimestre, superando em 15% o 3T23. Na comparação anual, a linha demonstrou leve retração de 4%. Deste total, 49% (R$ 1,3 bilhão) é referente à venda de lançamentos, 45% (R$ 1,2 bilhão) de estoque em construção e 6% de estoque pronto (R$ 167 milhões). 

Quando avaliamos o segmento de atuação, nota-se um incremento da participação das vendas destinadas às faixas 2 e 3 do Minha Casa Minha Vida (cerca de 20% do total), associado a um aumento no volume de lançamentos na categoria e as mudanças recentes do governo no programa.

Por fim, vale destacar o bom nível do indicador de velocidade de vendas (VSO), que atingiu 46% na safra de lançamentos do 4T23

CYRE3: mesmo com alta de 93% em 2023, ações continuam atrativas

Em suma, a Cyrela volta a registrar um bom volume de lançamentos e alta performance de vendas, mesmo em um cenário desafiador para o segmento de incorporação.

Conforme apontado em dados do setor (Secovi), a cidade de São Paulo apresentou uma retração dos indicadores de vendas de unidades e VSO nos dois primeiros meses do 4T23. Diante de uma gestão de qualidade no desenvolvimento de projetos, os números da Cyrela “ignoram” este cenário.

Apesar da ótima performance em 2023 (+93%), as ações da Cyrela negociam a um múltiplo P/B de 1,1 vez e um P/E de 8,4 vezes para 2024, o que consideramos atrativo.

Ademais, com a estimativa de melhora de mercado (acompanhada da redução na taxa de juros), a Cyrela tem capacidade de elevar sua rentabilidade ao longo do tempo. Deste modo, os papéis da CYRE3 seguem presentes entre as recomendações da Empiricus.

Caso tenha interesse em conferir outras 10 recomendações da casa para janeiro, clique aqui para fazer seu cadastro e ter acesso a um relatório gratuito.