Times
Investimentos

KNCR11, HSML11, PVBI11 e mais dois FIIs: confira as notícias da semana sobre os fundos imobiliários

Veja as novidades envolvendo os fundos imobiliários recomendados pela Empiricus Research.

Por Caio Araújo

11 jun 2024, 09:30 - atualizado em 11 jun 2024, 09:30

fundos imobiliários fiis

A seguir, apresentamos as últimas notícias referente aos fundos imobiliários recomendados pela Empiricus Research.

HGPO11: a administradora comunicou que, a partir de ontem (10), o fundo passou a ser denominado Pátria Prime Offices, com novo nome de pregão “FII HGPO PAX”, em linha com o processo de mudança de gestora. Seu código de negociação permanece inalterado (HGPO11).

HSML11: o HSI Malls comunicou a captação de R$ 7 milhões, sem considerar a taxa de distribuição primária, por meio da subscrição e integralização de 72,7 mil cotas durante o período de exercício do direito de preferência. Restam, portanto, 2 milhões de cotas, equivalentes a R$ 193 milhões, que poderão ser subscritas durante o período de subscrição de sobras.

KNCR11: foi realizada uma assembleia geral de titulares (AGT) para o CRI Lajes Faria Lima, que aprovou uma reorganização societária envolvendo a transferência de ativos para uma empresa do mesmo grupo econômico do devedor e a inclusão dessa empresa como garantidora dos CRIs, sem alterar o perfil de crédito da operação. No caso dos CRIs Ed. Eldorado e Ed. BFC, foram aprovadas via AGT um aumento na alavancagem dos devedores por meio da emissão de novos CRIs baseados no Edifício Eldorado e no Edifício Brazilian Financial Center, respectivamente, junto com um pré-pagamento parcial dos CRIs atuais.

No CRI Allos, a AGT aprovou uma substituição na estrutura de garantias devido a uma reorganização societária pelo devedor, sem impacto no valor das garantias. As garantias continuam baseadas na alienação fiduciária de cotas do Shopping Parque Dom Pedro, em Campinas, que apresenta excelente desempenho operacional e financeiro.

KNIP11: além das AGTs dos CRIs Ed. Eldorado e Ed. BFC, descritas nas linhas acima, foi realizada uma AGT para o CRI CD Cabreúva, que aprovou ajustes no fluxo financeiro da operação, incluindo uma carência temporária no pagamento de amortização, a pedido do devedor, para incrementar o fluxo de caixa livre para a expansão do complexo logístico. A expansão aumentará o valor das garantias da operação, o que deve beneficiar as métricas de LTV do CRI, atualmente em 45%. Adicionalmente, foi negociado um aumento no prazo em que o CRI não poderá ser resgatado antecipadamente, garantindo a manutenção do investimento para o fundo.

Para o CRI Blue Macaw Log, foi realizada uma potencial reorganização societária envolvendo o FII que controla o devedor, permitindo a entrada de um novo fundo imobiliário como cotista, aumentando a liquidez disponível sem impacto negativo nas garantias ou na estrutura do CRI. Em relação ao CRI CD Guarulhos, foi aprovada uma alteração no cronograma de amortização, com o CRI sendo amortizado em uma única parcela no vencimento em agosto de 2025, e uma mudança no prêmio de recompra.

PVBI11: o fundo concluiu a aquisição de 43% (6,2 mil metros quadrados) do Ed. Cidade Jardim. Localizado na região da Faria Lima na cidade de São Paulo, o imóvel é classificado como triple A e possui certificação Leed Gold, além de estar 100% locado. O valor total da aquisição será de R$ 280 milhões (R$ 45,5 mil por metro quadrado) e o acordo conta com o pagamento de renda mínima garantida (RMG) por parte do vendedor, no valor de R$ 300 por metro quadrado pelo prazo de 18 meses. Deste modo, o cap rate da transação será de 7,9%, considerando a RMG, o que gera um incremento de R$ 0,07 por cota na receita mensal do fundo. 

Ainda, o PVBI11 firmou um compromisso de compra e venda para adquirir a unidade 72 do edifício (695 metros quadrados) pelo valor de R$ 31,6 milhões, que deve ser concretizada após a superação de condições precedentes. Por fim, a gestão comunicou o pagamento da última parcela referente à aquisição do Union Faria Lima, no valor de R$ 11,6 milhões.

TRBL11: o fundo contratou a XP Investimentos para prestar o serviço de formador de mercado, com o objetivo de prover liquidez para as cotas do FII. O contrato possui vigência de 12 meses, contados a partir do dia 7 de junho deste ano.

Por fim, para ficar por dentro dos 5 FIIs favoritos da Empiricus Research para investir agora, confira este relatório gratuito.

Sobre o autor

Caio Araújo

Administrador de empresas formado pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV) e profissional da Empiricus Research desde 2016. Com certificação CNPI, é o analista de Real Estate e responsável pela série Renda Imobiliária, que atua no mercado de fundos de investimento imobiliários.