Investimentos

Plano Passaporte Carimbado (PPC): como fundos de investimento podem pagar uma viagem por ano

Veja como e quanto investir para poder escolher para onde serão suas próximas férias; analistas da Empiricus ajudam nesse planejamento

Compartilhar artigo
Data de publicação
25 de fevereiro de 2022
Categoria
Investimentos

Para muita gente, viajar uma vez ao ano pode parecer uma realidade distante, mas, como quase tudo na vida, um bom planejamento é a chave para colocar esse desejo em prática. 

É possível investir um pouco por mês e desbravar não só as belezas naturais brasileiras, mas preencher também as páginas do passaporte. 

Para isso, na série Os Melhores Fundos de Investimentos, os analistas da Empiricus desenvolveram o Plano Passaporte Carimbado (PPC), uma estratégia para você se programar financeiramente e completar antes do que imagina a lista de lugares que gostaria de conhecer. 

Para chegar ao melhor formato de investimento para alcançar esse objetivo, o analista Bruno Marchesano fez uma série de testes. “Desde 2018, quando passei a implementar esse plano, já viajei de Ilhabela à África do Sul, mesmo com a pandemia de covid-19 a partir de 2020”, diz.  

Como funciona o Plano Passaporte Carimbado (PPC)?

Basicamente, o PPC consiste em realizar aportes mensais em ciclos de 12 meses, destinando os valores para fundos de investimento escolhidos a dedo por especialistas da Empiricus.

Segundo Bruno Marchesano, os aportes começam com valores maiores e caem ao longo do tempo, formando assim sua “reserva de viagem”.

Ao final de cada ciclo de 12 meses, o investidor resgata 40% do saldo acumulado para viajar e começa um novo ciclo, que, juntamente com os 60% de saldo do anterior, alimentam a “reserva de viagens”, permitindo férias cada vez melhores graças aos aportes e retornos acumulados.

A alocação ideal para o seu PPC

Para construir essa carteira, Bruno Marchesano recomenda a seguinte divisão:

  • 40% em fundos DI/Simples
  • 10% em títulos indexados à inflação, como é o caso do ETF de IMA-B (IMAB11), que replica uma carteira de Tesouro IPCA+ (ou NTN-Bs, títulos indexados à inflação);
  • 10% em fundos multimercados, como o Vitreo FoF Melhores Fundos Multimercados, book de fundos multimercados da principal carteira local da série Melhores Fundos da Empiricus, ou o FoF Melhores Fundos Retorno Absoluto;
  • 15% em dólar
  • 25% em ações, com exposição a fundos de ações como IP Participações IPG ou Vitreo FoF Melhores Fundos Ações.

O objetivo é perseguir essa alocação ao longo do tempo para ter êxito. Isso por conta dos aportes pequenos recorrentes e do resgate grande no curto prazo (12 meses).

Dependendo de quando você começar o PPC e de quanto irá investir— considerando que pode, claro, fazer aportes maiores do que os sugeridos —, sua carteira pode necessitar de pequenos ajustes. Por isso, alguns conceitos importantes:

  • Tenha, no mínimo, 40% em DI/Simples ao final de cada ano (ou 12 meses). Sem isso, você corre o risco de precisar resgatar de outros fundos com prazos de resgate maiores;
  • Acompanhe a proporção sugerida entre os ativos da carteira. Ou seja, se está fazendo aportes maiores, não vá colocando tudo em ações para tentar surfar um maior potencial de rentabilidade. Isso também vale para quem acompanha o cronograma sem se desviar dos valores sugeridos, pois a rentabilidade dos fundos pode gerar a necessidade de ajustes nesse cronograma, com aportes maiores nos fundos de menor rentabilidade em detrimento daqueles que foram bem, mantendo a alocação em cada classe e os 40% de caixa ao final do período de 12 meses.

Alternativa simplificada

De acordo com Marchesano, o FoF Melhores Fundos Blend disponível na Vitreo, que segue uma carteira de fundos teórica da Empiricus, é uma alternativa simplificada para quem deseja seguir o Plano Passaporte Carimbado

Esse FoF tem componentes de diversificação necessários – fundos brasileiros e globais, para quem quer planejar excelentes viagens. 

Apesar da facilidade de ser um único produto para investir, você ainda precisa seguir a proporção de 40% em fundos DI e 60% no FoF Melhores Fundos Blend, segundo o analista da Empiricus.

“É preciso dar uma atenção especial a isso nos meses que antecedem sua viagem e que representam o fechamento de cada ciclo de 12 meses do PPC”, alerta.

Como o FoF tem um prazo de resgate de 60 dias, se você pretender utilizar todo o valor disponível em fundo DI e o FoF tiver apresentado uma grande valorização no período, a parcela de caixa pode ficar abaixo dos 40%.

Portanto, se você depender de um resgate rápido do fundo DI para pagar pelos custos da viagem, pode ter uma surpresa desagradável de descasamento do resgate do FoF e do vencimento da sua fatura do cartão de crédito. 

Em resumo, a combinação sugerida é perfeita tanto para quem quer simplificar seu Plano Passaporte Carimbado

Aproveito para te deixar um convite para você conhecer a série Os Melhores Fundos de Investimentos da Empiricus e obter mais detalhes sobre o PPC.

Você pode experimentar essa série por sete dias gratuitamente. E, se gostar e decidir  prosseguir com a assinatura, ainda ganhará R$ 120 de cashback para investir na Vitreo como quiser. Sem dúvida, é um bom start para sua futura viagem! 

A vantagem dessa assinatura é poder contar com as indicações e suporte dos analistas da Empiricus para atingir seus objetivos.