Investimentos

Renda fixa: títulos premium pagam 50% em 3 anos e oferecem Selic “isenta” de IR; veja como receber

Quando os juros sobem, é comum surgirem de todos os cantos as recomendações para o investidor migrar de mercados arriscados para a renda fixa. É justamente o que está ocorrendo agora, com a taxa Selic a 11,75% a.a. Esse movimento, claro, é importantíssimo para capturar o que há de mais quente no mercado. Afinal, quem […]

Compartilhar artigo
Data de publicação
25 de abril de 2022
Categoria
Investimentos
dados empilhados com símbolo de porcentagem simbolizam mercado financeiro

Investidores da Vitreo estão garantindo bons lucros sem correr riscos relevantes.- Reprodução: Shutterstock

Quando os juros sobem, é comum surgirem de todos os cantos as recomendações para o investidor migrar de mercados arriscados para a renda fixa. É justamente o que está ocorrendo agora, com a taxa Selic a 11,75% a.a.

Esse movimento, claro, é importantíssimo para capturar o que há de mais quente no mercado. Afinal, quem quer arriscar seu suado dinheiro em ativos voláteis, quando investimentos com fortes garantias pagam dois dígitos?

O que muita gente não sabe, contudo, é que existem títulos de renda fixa com importantes garantias de segurança, como o FGC, que pagam taxas ainda maiores do que os produtos oferecidos no mercado ou pelo próprio governo.

Os 11,75% a.a. que o Tesouro Selic paga atualmente, por exemplo, raramente vão direto para o bolso do investidor. Isso porque, na melhor das hipóteses, 15% dos lucros são retidos pelo Imposto de Renda. O ganho líquido, portanto, acaba sendo diminuído e fica na casa dos 10% a.a., dependendo do prazo do título.

A solução, então, seria fugir para os títulos isentos de Imposto de Renda, como as LCIs e LCAs? Pode até ser, desde que elas mantenham a rentabilidade atrelada à Selic. O problema é que isso raramente acontece: justamente por conta do incentivo tributário, os títulos isentos tendem a pagar menos.

Foi pensando nisso que um grupo de investidores de renda fixa foi organizado para trazer, todos os dias, ofertas com qualidade superior ao do mercado. Quando há Imposto de Renda, os juros são mais altos, para compensar a mordida do Leão. Já os títulos isentos também superam seus pares de mercado e buscam sempre se aproximar da Selic.

A oferta divulgada neste grupo no dia 25 de abril, por exemplo, é tão tentadora que permite aos investidores garantir a rentabilidade atual da Selic como se não pagassem um real de Imposto de Renda.

Praticamente 1% líquido ao mês: entenda como esse grupo de investidores está em vantagem diante do mercado

Vamos ao detalhes da oferta premium oferecida a esse grupo de investidores nesta segunda-feira (25):

CDB – BRK Financeira – Prazo: 3 anos – Prefixado a 14,5% a.a.

Nessas condições tentadoras, a projeção de rentabilidade seria a seguinte:

Estamos falando aqui, portanto, de uma rentabilidade bruta de 50% em um período de três anos. Nada mau para aquele dinheiro que você está guardando para o médio prazo, certo?

Quero me atentar aqui, contudo, ao campo que indica a rentabilidade líquida anual. Com este CDB, é possível ganhar 12,56% a.a. líquidos, já descontado o IR. Isso é maior até mesmo do que a rentabilidade paga hoje pela Selic, de 11,75%, que ainda está sujeita à cobrança. Confira a tabela abaixo:

Ou seja, na prática, é como se os compradores desse título estivessem isentos do Imposto de Renda e ganhassem ainda quase 1% ao ano a mais do que investindo no Tesouro Selic.

Uma diferença que resultaria em um lucro de quase R$ 900 maior ao fim de três anos. Isso considerando um aporte de R$ 10 mil, afinal, se o investimento for maior, os ganhos também são proporcionais.

Evidentemente, o risco da BRK Financeira é maior do que o do governo federal. Entretanto, os CDBs contam com a garantia do FGC até o limite de R$ 250 mil por CPF. Portanto, a menos que você vá aplicar um valor maior do que esse, seu dinheiro conta com uma forte proteção, mesmo no caso extremo de quebra do emissor.

SAIBA AQUI COMO RECEBER ESSAS OFERTAS PREMIUM DE RENDA FIXA

Ainda tem cashback: entenda como funciona esse grupo especial de investidores

O grupo de que falamos são os pré-inscritos para receber as ofertas de renda fixa da Vitreo. A corretora seleciona no mercado, todos os dias, diversos papéis com condições especiais – e que nos “bancões” e corretoras tradicionais ficam disponíveis apenas a investidores milionários.

Funciona assim: pela manhã, os inscritos recebem um alerta sobre o melhor título do dia – e podem investir até o meio da tarde neste papel. A cada novo dia, as condições mudam, pois dependem dos juros futuros do momento.

INSCREVA-SE AQUI PARA RECEBER AS OFERTAS EM PRIMEIRA MÃO

Especificamente nesta última semana de abril (25/4 a 29/4), o grupo vive a chamada Semana da Renda Fixa. Além de ofertas com condições ainda mais especiais, os investidores terão a oportunidade de receber cashback da Vitreo, que, na prática, acaba funcionando como um bônus para “turbinar” a rentabilidade.

Para este CDB da BRK, por exemplo, a Vitreo irá depositar 0,5% de cashback para aportes a partir de R$ 10 mil. Ou seja, já são R$ 50 na conta que podem ser reinvestidos e se transformarem em ainda mais dinheiro em 3 anos de prazo.

Diante da alta demanda pelas ofertas, a Vitreo, com o intuito de atender a todos os investidores, está montando uma lista preferencial para enviar as ofertas. Afinal, a captação dos títulos é limitada e, como dissemos, dura apenas durante o próprio dia do investimento.

Quem se inscrever, portanto (link aqui), receberá as ofertas de renda fixa ao longo de todos os dias dessa semana em primeira mão. Até sexta-feira, serão vários títulos com diferentes características de prazo, tributação, indexação (IPCA, CDI), etc.

É importante entrar o quanto antes na lista, a fim de receber as ofertas antes de esgotados os limites para aportes. Como são investimentos com rentabilidades acima do mercado, a tendência é de que a oferta possa se esgotar até mesmo antes do encerramento do prazo.

QUERO ENTRAR PARA A LISTA PREFERENCIAL DE RENDA FIXA DA VITREO