Investimentos

Uma alternativa nos EUA: HCA Healthcare (H1CA34) é ação defensiva para período de turbulência, segundo analistas

A operadora concentra a maior rede de hospitais privados dos Estados Unidos; investimentos no segmento de saúde segue como boa aposta em momentos de alta volatilidade

Compartilhar artigo
Data de publicação
5 de abril de 2022
Categoria
Investimentos

Diante de incertezas e alta volatilidade nas bolsas, onde investir no mercado americano

Entre tantas empresas listadas, é preciso garimpar aquelas que possuem gestores com alta capacidade de execução, operações eficientes e que entregam lucros. 

As ações da HCA Healthcare (B3: H1CA34; NYSE: HCA) – maior operadora de hospitais privados dos Estados Unidos –, são boas alternativas em tempos de turbulência.

A recomendação consta em relatório recente preparado pelos analistas da série As Melhores Ações do Mundo (MAM) da Empiricus.

“Estamos presenciando uma debandada do mercado para ativos de renda fixa e de proteção (hedges), por conta das incertezas globais”, diz João Piccioni, analista chefe da série MAM. “Contudo, o investidor ainda pode buscar bons ativos em renda variável como os papéis da HCA, que apresentam baixa correlação com o S&P500”.

Imagem de gráfico que apresenta a relação entre as ações da HCA Healthcare e o S&P500

 

A avaliação de Piccioni é compartilhada pelos analistas Enzo Pacheco e Richard Camargo. 

Na publicação, Piccioni, Pacheco e Camargo destacam que a gigante do setor de saúde norte-americano apresenta “musculatura” para enfrentar os desafios no mercado.

A seguir, você confere os principais pontos. Acompanhe.

Por dentro da HCA Healthcare, que tem 26% do market share nos EUA

A empresa com sede em Nashville, no Tennessee, foi fundada em 1968. Atualmente, a companhia está presente em 21 estados americanos e no Reino Unido. 

Suas operações de atendimento são por meio dos seus 187 hospitais,123 centros cirúrgicos e 170 centros de atendimento emergenciais. Unidades que, somadas, garantiram à empresa o selo de maior operadora de hospitais privados dos EUA. 

Além disso, estima-se que a HCA Healthcare conte com mais de 1300 clínicas e cerca de 46,7 mil médicos e funcionários. “Esses números da companhia convergem no seu market share de 26% nos EUA”, pontua Piccioni quanto à participação da HCA no segmento de saúde no país de Biden. 

Com isso, a operadora atingiu o valor de mercado de US$ 63,4 bilhões, além de listagem na Fortune 500, como uma das maiores corporações dos Estados Unidos por receita total

Uma companhia resiliente e com bom desempenho

A operadora fez o lançamento de novas ações na Bolsa de Valores de Nova York em março de 2011. Com uma Re-IPO – similar à Oferta Pública Inicial – de US$ 3,8 bilhões, as ações da companhia subiram de US$ 30,00 para US$ 31, o que lhe garantiu um valor de US$ 13 bilhões à época

“Essa precificação foi surpreendente, visto que a companhia não estava com bons resultados e os EUA ainda estavam em processo de recuperação após a crise de 2008”, relembra Pacheco, em menção à crise subprime que afetou todos os setores da economia americana.

Contudo, a companhia deu a volta por cima, uma vez que de 2011 a 2019, a HCA gerou US$ 45,5 bilhões de fluxo de caixa operacional, sendo que quase 70% (US$ 31,4 bilhões) foram utilizados em investimentos e aquisições.

“O reinvestimento garantiu a consolidação do negócio”, ressalta Pacheco. “Não à toa, quando indicamos a HCA em 01/10/2021, vimos nela um vetor de equilíbrio para um portfólio com crescente necessidade de enfatizar a resiliência em detrimento do crescimento”, complementa.

No 4T21, as receitas da operadora aumentaram para US$ 15,064 bilhões, contra US$ 14,293 bilhões registrados no mesmo trimestre de 2020. 

Já o lucro líquido atribuído à HCA no último trimestre de 2021 totalizou US$ 1,814 bilhão, ou US$ 5,75 por ação, acima do resultado do mesmo trimestre do ano anterior, de US$ 1,426 bilhão (US$ 4,13 por ação). 

Por que vale investir na HCA Healthcare?

Para Camargo, a tese de investimento em torno da operadora americana de hospitais privados, além de residir em seus bons resultados, também se centra no aumento dos investimentos públicos e privados no setor de saúde.

A afirmação do analista encontra sustentação no envelhecimento da população estadunidense e no crescimento do PIB per capita do país, uma vez que ambos fatores condicionam a busca dos cidadãos por mais procedimentos e exames médicos.

“O segmento health nos Estados Unidos representa, hoje, mais de 18% do PIB do país, o que corresponde a um valor acima dos US$ 11 mil per capita por ano”,  comenta o analista. A expectativa é que esses valores continuem crescendo, podendo chegar a US$ 5 trilhões em 2023.

Imagem do histórico de projeção de gastos com o setor de saúde norte-americano

Para ele, a HCA Healthcare, sendo uma das maiores do segmento hospitalar, pode capturar boas fatias desse montante. 

Ademais, ainda que negociando com prêmio em relação a suas principais comparáveis, aos múltiplos atuais (abaixo da média do mercado), o investimento nas ações da HCA Healthcare  (B3: H1CA34; NYSE: HCA) deixará o portfólio mais saudável, segundo os analistas.

Na carteira MAM, as ações da companhia representam uma fatia de 6% do total. 

Quer saber mais sobre a estratégia e os ativos da série As Melhores Ações do Mundo? Clique aqui.