Times
Mercado

Mercado de opções: entenda o que é, como funciona e se vale a pena operar

O mercado de opções é onde se negocia os direitos de compra e venda de diversos ativos da bolsa. Entenda melhor como funciona o mercado de opções.

Por Equipe Empiricus

16 de fevereiro de 2023, 09:57

Imagem representando o mercado de opções, mostrando o gráfico financeiro de uma opção.

Investir no mercado de opções é uma boa ideia para quem deseja diversificar a carteira. Mas, antes de adentrar nessa área do mercado financeiro, é necessário fazer um estudo completo desse tipo de investimento e entender bem o seu funcionamento.

O que é o mercado de opções?

O mercado de opções é um ambiente de negociação financeira que permite que os participantes especifiquem termos e condições para o comprador ou vendedor para o intercâmbio de um ativo financeiro ou outro direito em algum momento futuro.

Normalmente, o comprador ou o vendedor tem o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender o ativo, a um preço específico numa data futura.

O comprador da opção paga um prêmio ao vendedor para adquirir esse direito, e esse prêmio é a única responsabilidade do comprador para a transação.

Se o preço do ativo subjacente for acima do preço da opção, o comprador da opção tem a possibilidade de comprar; se for abaixo, ele não comprará. Se o preço da opção for motivo de venda, o vendedor da opção pode vender ou não o ativo.

Como funciona o mercado de opções?

O mercado de opções é um mecanismo financeiro no qual o titular da opção tem o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender um ativo subjacente a um preço especificado até uma certa data.

Existem duas partes nesse mercado: compradores e vendedores. Ao comprar uma opção, um investidor espera obter lucro com uma movimentação no preço do ativo subjacente.

Ao mesmo tempo, ao vender uma opção, um investidor espera se beneficiar com os prêmios recebidos, mas aceita o risco de que o comprador exerça o seu direito de comprar ou vender o ativo subjacente.

O que é um Strike?

No mercado de opções, o termo ‘strike’ se refere ao preço de exercício de uma opção.

É o preço pelo qual o titular da opção de compra pode comprar ou vender a ação subjacente. É estabelecido pelo comerciante quando compra a opção.

Por exemplo, se a opção tiver um preço de exercício de $50, é o preço pelo qual o titular da opção pode comprar ou vender a ação subjacente.

O que é o vencimento?

O vencimento no mercado de opções é o dia em que a opção expira; ou seja, o dia em que o contrato deve ser exercido ou não.

É o tempo limite para que se decida o que vai acontecer com o contrato e quem receberá as compensações financeiras pré-fixadas.

O que é uma call?

Uma call é um tipo de contrato de derivativos que oferece ao comprador o direito de comprar um ativo subjacente, como ações, a um preço específico (chamado preço de exercício) durante um determinado período de tempo.

O vendedor, por outro lado, é obrigado a vender o ativo subjacente no preço de exercício se o comprador exercer seu direito de compra (exercer a call).

Se o preço de mercado do ativo subjacente estiver acima do preço de exercício da opção de call, o comprador terá um lucro. Caso contrário, ele terá uma perda.

O que é uma put?

Put é um termo usado para descrever uma opção de venda que concede ao seu titular o direito, mas não a obrigação, de vender o ativo subjacente numa determinada data e preço.

Uma put tem um prêmio, que é o preço que o investidor paga pelo contrato, e é marcada como put se o investidor está vendendo (ou iniciando) uma posição de opção.

Quem é o lançador nesse mercado?

O lançador de uma opção é a pessoa que vende ou compra a opção.

O lançador assume a obrigação, estabelecida pelo contrato da opção, de vender (se for uma opção de venda) ou comprar (se for uma opção de compra) o ativo subjacente, caso o comprador opte por exercê-la.

Quem é o titular?

O titular de opções é o comprador ou vendedor da opção. O titular tem o direito de comprar ou vender o ativo subjacente pelo preço de exercício estabelecido no contrato da opção.

Como investir no mercado de opções?

Para investir com segurança no mercado de opções, o interessado deve seguir algumas indicações:

  1. Encontre uma corretora de confiança: primeiro, você precisa encontrar uma corretora de opções confiável. Ela será a ponte entre você e o mercado de opções. Escolher a corretora certa é crucial para o seu sucesso como um investidor;
  2. Compreenda o ativo: é importante entender os fundamentos de como as opções funcionam. Saiba como comprar opções, quais são os principais tipos de opções e como os preços são determinados;
  3. Utilize as Estratégias Adequadas: existem muitas estratégias de investimento com opções, cada uma dirigida às necessidades específicas do investidor. É recomendado que você compreenda as características e os riscos das principais estratégias;
  4. Desenvolva um Plano de Risco e Gerenciamento de Dinheiro: é importante ter um plano detalhado de risco e gerenciamento de dinheiro para controlar seus investimentos em opções. Isto significa que irá incorporar as regras e objetivos estabelecidos para seus investimentos de opções;
  5. Implemente seu Plano e acompanhe os Resultados: depois de estabelecer um plano, é altamente recomendável que você comece a praticar suas estratégias antes de investir dinheiro real. Mantenha-se informado sobre o mercado, acompanhe seus resultados e atualize regularmente seu plano para melhorar seu desempenho;
  6. Comece a investir: Agora que você já conhece o mercado e tem um melhor preparo, é hora de aportar o dinheiro necessário na corretora e fazer suas aquisições.

Assim como em outros investimentos, é muito importante respeitar o seu perfil de investidor.

Pois, qualquer ativo apresenta riscos, mas que podem ser controlados quando temos consciência do que é mais indicado para nós.

  • Quer aprender como fazer seu dinheiro trabalhar para você? Liberamos 7 aulas gratuitas do curso “Jornada da Liberdade Financeira”, com a analista Larissa Quaresma. Clique aqui para assistir.

Posso investir todo o meu dinheiro nesse mercado?

Não é aconselhável investir todo o seu dinheiro no mercado de opções. Isso porque esse mercado é muito volátil e arriscado, e pode trazer grandes prejuízos caso você seja inexperiente e tome decisões por impulso ou não conheça bem o mercado.

Por isso, é recomendado que você procure informações mais específicas sobre o assunto antes de começar a investir.

Além disso, diversificar seus investimentos pode ser uma boa estratégia, pois isso ajuda a minimizar os riscos.

Diversificar significa investir em diferentes ativos e setores ao mesmo tempo, a fim de que você não fique exposto a grandes flutuações individuais ou pontuais.

Por exemplo, se você se concentrar em ações de um único setor, poderá experimentar grandes quedas se aquele setor estiver tendo um desempenho ruim.

Por outro lado, se você investir em ações em diferentes setores, mesmo que um setor sofra uma queda, o restante da sua carteira pode produzir algum retorno para compensar essa perda e ajudar a mitigar os riscos.

Além disso, também é importante levar em consideração os investimentos de outros países e regiões para diversificar ainda mais os seus investimentos.

Quais são os custos para operar no mercado de opções?

Os custos para operar no mercado de opções incluem a corretagem, taxas de comissão, impostos (no Brasil o imposto sobre operação de day-trade é de 0,005% sobre o montante total da operação).

Além disso, é importante considerar também os custos de liquidação associados às operações realizadas, custos da própria negociação (taxa de negociação, custos de envio, custos de contraparte, etc.), custos de margem e de liquidação de margem.

Tributação e Imposto de Renda sobre Opções

tributação sobre opções é de responsabilidade do investidor, que precisa verificar os valores até o último dia útil do mês subsequente ao da ação que gerou lucro. Isso significa que o Sicalc não faz esse cálculo ao gerar a DARF.

Além disso, você precisa informar em sua declaração anual do Imposto de Renda todas as opções que estão em seu patrimônio ao final do ano.

Quais as vantagens do mercado de opções

1. Maior flexibilidade na estratégia de investimento: esse mercado permite que você escolha estratégias diferentes e se adapte às mudanças em suas condições;

2. Mais acessível: como existem mais tipos de opções à disposição, com diferentes tipos de contratos e vencimentos, eles são mais acessíveis para qualquer pessoa;

3. Menos custos: com as diferentes opções disponíveis, os custos são geralmente mais baixos do que o mercado à vista ou futuro;

4. Aumento do potencial de lucro: Independentemente das condições do mercado, as opções permitem uma maior rentabilidade quando comparadas a outras formas mais convencionais de investimento;

5. Diversificação: Com a variedade de títulos e investimentos disponíveis, é possível diversificar seu portfólio de forma eficaz.

6. Gestão de risco: as opções também permitem que você gerencie efetivamente seu risco em relação às cotações.

Quais as desvantagens?

1. Alta volatilidade: O mercado das opções pode ser extremamente volátil, pois os preços flutuam constantemente de acordo com as movimentações dos valores dos títulos subjacentes. Isso pode resultar em apreciáveis perdas para aqueles que não estão preparados para lidar com esta volatilidade;

2. Risco total: Os mercados das opções são altamente alavancados. Se os movimentos do mercado não trabalharem a favor de um investidor, não há nada que possa restringir os perigosos efeitos de um movimento de mercado adverso. Assim, independentemente do quão bem informado seja um operador de opções, os riscos envolvidos ainda são consideráveis.

Vale a pena investir nesse mercado?

Sim, esse pode ser um dos investimentos que mais oferece retorno em um curto período de tempo. A desvantagem é que pode ser muito arriscado, portanto é importante ter cuidado e entender os riscos antes de começar a investir.

Se você estiver disposto a correr riscos e seguir as recomendações certas, o mercado de opções pode ser uma excelente maneira de aumentar os ganhos e diversificar sua carteira.

Sobre o autor

Equipe Empiricus

A maior equipe de análise de investimentos do Brasil, 100% dedicada a te ajudar a encontrar as melhores oportunidades de investimento.