Chegamos ao fundo do poço?

É mais provável que estejamos no fundo do poço ou que esse fundo ainda tenha um alçapão?

Compartilhe:
Chegamos ao fundo do poço?

Na semana passada, após o adiamento da decisão da SEC a respeito da solicitação do ETF, uma pergunta começou a rondar a minha cabeça: Será que chegamos ao fundo do poço?

E reflito estritamente em relação ao bitcoin e seu preço. Esse questionamento não tem nenhum tom de desespero. É mais uma questão prática que, se respondida corretamente, pode fazer você ganhar muito ou pelo menos evitar de perder um pouco.

Se realmente tivermos chegado ao fundo do poço, isso quer dizer que, desse patamar de preço, não passamos para baixo. Logo, a decisão correta seria comprar bitcoin.

Já se você acredita que esse fundo do poço pode ter um alçapão e os preços podem cair ainda mais, fique de fora.

No entanto, independentemente da sua posição, em nenhum dos dois cenários você terá a certeza de ter indicado o caminho certo, a menos que venha do futuro.

E, se estava esperando que eu estivesse com a resposta na ponta da língua, errou. Prefiro responder a outra pergunta que me parece mais plausível.

Para isso, vou ter que adicionar alguns tons de cinza à questão para que eu realmente possa respondê-la com um pouco mais de paz de espírito.

É mais provável que estejamos no fundo do poço ou que esse fundo ainda tenha um alçapão?

Na minha opinião, o mais provável é que estejamos no fundo dele, sim.

Só faço uma ressalva para o que seria o verdadeiro teste desse fundo: se a SEC tivesse negado o pedido de ETF da CBOE, na sexta-feira, aí, sim, teríamos um teste mais contundente.

Com uma negativa, se o preço não passasse a faixa dos 5.800 dólares, poderíamos afirmar algo com mais clareza.

No entanto, tivemos que nos contentar com um adiamento e um consequente, mas não tão esperado, aumento do preço do bitcoin.

Isso nos mostrou que, talvez, apenas uma negativa da SEC poderia realmente responder à nossa primeira pergunta.

E apesar de estar mais comprado na ideia do fundo do poço, ainda trabalho no campo da probabilidade e assimetria.

Nunca vai dar para cravar e ter certeza de algo, mas, a cada nova informação, podemos confirmar nossas visões ou mudá-las de vez.

É em busca de novas informações que, nesta semana, eu estarei ausente do escritório, pois vou participar de um evento em Kuala Lumpur, na Malásia.

Não conheço o ecossistema oriental de perto e estou curioso para ver realmente se eles têm um universo à parte e que responde a estímulos próprios, como já ouvi dizer.

Nada muda entre mim e você nesse período. Continuo por aqui escrevendo, mas agora 11 horas à frente.

Para aqueles que quiserem acompanhar mais profundamente os insights dessa viagem, faço um convite.

No Empiricus Crypto Alert, traremos aquilo que de mais importante acontecer e que pode fazer você ganhar dinheiro no curto prazo.