Concordâncias e discordâncias

Na semana passada, junto com minha equipe, tive algumas reuniões com pessoas do mercado cripto para trocar ideias e debater teses próprias. Quando é possível […]

Compartilhe:
Concordâncias e discordâncias

Na semana passada, junto com minha equipe, tive algumas reuniões com pessoas do mercado cripto para trocar ideias e debater teses próprias.

Quando é possível ter duas conversas com gente boa desse mundo que estão muito alinhadas com o que você pensa, a luz de alerta tem que ser acesa.

Ouvir aquilo que você deseja é sempre satisfatório para o ego, mas perigoso para o papel de quem busca vencer o mercado.

Em ambas as conversas, ouvimos da boca de outras pessoas as nossas teses para esse mercado.

Em um dos papos, um ex-gestor de hedge fund na China nos apresenta a tese de que o blockchain vai “disruptar” várias indústrias financeiras e também negócios ligados a supply chain (cadeias de suprimentos).

Exatamente aquilo com que concordamos e que temos a visão de que vai acontecer.

No outro papo, um gestor de um fundo cripto nos falou de como entrou nesse mercado e o motivo de ter decidido viver dele em um determinado momento da vida.

Outro eco das nossas ideias no mesmo dia.

Leitura recomendada

Nosso editor André Franco encontrou, em Nova York, uma única criptomoeda com potencial para multiplicar seu dinheiro em 93 vezes . E, se você está preocupado com a queda do mercado de cripto, saiba que essa valorização astronômica tem TUDO A VER com a recente queda do Bitcoin. Acesse aqui e entenda tudo sobre essa oportunidade de multiplicação, que estamos chamando aqui na Empiricus de A CHANCE DO SÉCULO.

Claro que, em ambos os momentos, saímos com nossos egos massageados e mais confiantes do futuro brilhante para essa recente classe de ativos.

E é nesses momentos de maior confiança que você precisa daquele soco no estômago para não ficar enebriado pelo seu viés de confirmação.

Então você tem que ouvir de quem está mais pessimistas do mercado aquela visão com que talvez não concorde muito.

Pode parecer contraintuitivo, mas aqueles que discordam de você são os que mais merecem sua atenção.

Sabe aquele papo indigesto e que pouco gera concordância com as suas ideias?

É esse que necessita ser ouvido, sem sombra de dúvidas.

Se a tese é boa, ela consegue sobreviver e sair mais forte da apresentação dos contrapontos, ou até ser reformulada para uma melhor ainda.

Hoje, a tese que tenho confrontado com várias pessoas do mercado é esta aqui.

Por enquanto, ela tem sobrevivido a todos que a contestam.

Inclusive, apenas hoje, o ativo que menciono nesse documento subiu 26 por cento.

Mas é apenas o começo do futuro promissor que vejo para essa cripto.