Hora da mudança

Não é de hoje que carrego uma máxima que ouvi no mercado cripto, que define muito bem como vivemos “civilizadamente” nesse ambiente. “Todo mundo é […]

Não é de hoje que carrego uma máxima que ouvi no mercado cripto, que define muito bem como vivemos “civilizadamente” nesse ambiente.

“Todo mundo é picareta até que se prove o contrário.”

Principalmente se a empresa ou pessoa for novo entrante no mercado, a primeira coisa de que se acusa ela é de picaretagem.

Nesse mundo, o benefício da dúvida custa muito caro e é pago à vista.

Temos desde esquemas de pirâmide que requerem amigos de amigos seus, até operações com 50 por cento de lucro garantido.

Todos eles geram desconfiança de cara, mas o primeiro caso pode ser apenas um programa de “member get member” que empresas como Uber, 99 e Rappi já fizeram. Já o segundo pode ser um cashback de 50 por cento.

Mas não importa, se você está no mercado cripto a regra de ouro é desconfiar; pelo menos é assim que a maioria sobrevive por aqui.

Além desses exemplos, existem alguns erros que persistimos em cometer mesmo quando sabemos deles, simplesmente por falta de opção.

O CoinMarketCap é um exemplo claro desses erros cometidos repetidamente.

A página nasceu antes do bull market de dois anos atrás e se consolidou como grande marca em 2017. No entanto, sem crivo algum, eles reportam dados colhidos das corretoras que podem ser falsos.

Na verdade, a Bitwise, empresa que está pleiteando uma aprovação de ETF no mercado americano, já disponibilizou um estudo no qual fala que 95 por cento do volume negociado e reportado pelas corretoras no mundo é falso.

Mesmo assim, o CoinMarketCap continua a reportar os preços e volumes baseados nesses dados falsos entregues pelas corretoras.

E a situação só piora: tanto jornais como páginas especializadas reportam o CoinMarketCap como referência de dados, e isso faz com que uma mentira seja contada mil vezes, o que, naturalmente, se torna uma verdade.

Inclusive, esse era o nosso caso até hoje — desculpe, a falta de opção nos empurrava para isso.

Abaixo desta newsletter temos a nota da nossa equipe, que sempre é feita pelo Nicholas ou pelo Luiz, e mais abaixo temos a variação e o preço dos top 10 ativos do mercado.

Até a semana passada, usávamos o CoinMarketCap como referência por falta de uma ferramenta mais confiável.

Hoje isso muda e passamos a usar uma página que tem um pouco mais de idoneidade e que se compromete a trazer transparência para o mercado cripto.

Messari é uma página que acompanhei desde o tempo em que era apenas uma ideia. E, claro, a primeira coisa que pensei foi que eram picaretas. Instinto de defesa, apenas isso.

No entanto, o projeto evoluiu e hoje já entrega uma ferramenta gratuita muito boa para acompanhar preço e volume dos principais ativos do mercado. É de assustar a quantidade de dados disponíveis aqui.

E é por um mercado mais transparente e com dados fidedignos que estamos mudando nossa referência para reportar variação de preço dos principais ativos.

Assim, saímos de uma visão no mínimo duvidosa para uma mais honesta sobre o mercado.

Aquele abraço,

André Franco

Inscreva-se em nossa newsletter