O período de abundância nos proporciona isso

Muitas vezes, quando discuto inovação com familiares e amigos, eu sempre expresso minha visão otimista quanto ao futuro. Acredito, realmente, que o futuro vai ser […]

Compartilhe:
O período de abundância nos proporciona isso

Muitas vezes, quando discuto inovação com familiares e amigos, eu sempre expresso minha visão otimista quanto ao futuro.

Acredito, realmente, que o futuro vai ser melhor do que o que prevemos e também daquilo que aparece nos jornais e na TV.

Conceitos como o das Organizações Exponenciais e do mundo com abundância de recursos só me fazem crer que nossos filhos viverão em um mundo melhor, sim.

Não apenas a descentralização das organizações ou a completa mudança do que elas são atualmente poderá contribuir com isso, mas todos os avanços que nos cercam apontam para um futuro melhor.

Pode até ser que o Bitcoin e o Ethereum não sejam as tecnologias prósperas em um futuro próximo, mas eles já deixaram o seu legado.

A descentralização e todos os seus benefícios e desafios vieram por essas duas iniciativas, que foram disruptivas uma na sequência da outra.

É bem difícil perceber isso no atual momento, mas, talvez, quando formos estudar a história dos criptoativos, iremos perceber que o raio caiu duas vezes no mesmo lugar.

A criação de um computador descentralizado, o Ethereum, apenas alguns anos depois da proposta de Satoshi Nakamoto nos mostra esse nosso crescimento exponencial.

O que aconteceu, olhando para o passado, seria como se a TV tivesse surgido cinco anos após o rádio e não décadas depois.

Sem dúvidas, estamos em uma fase de crescimento acelerado, mas não tão acelerado como anseia a sociedade.

Se uma evolução está sendo rápida, queremos não apenas que ela se mantenha nessa velocidade, mas que acelere infinitamente.

Cabe lembrar a todos que acompanham esse mercado que não temos nem uma década de vida e muita coisa já foi feita.

Já podemos ver determinados países em crise, como Venezuela e Argentina, vivendo um embate que a moeda local está fazendo com as criptomoedas, as moedas privadas.

Bitcoin, dash e litecoin já são usadas por uma parte da população que entendeu que o governo local não está conseguindo cuidar da economia.

No ano passado, enfrentamos o último grande questionamento sobre congestionamento da rede do bitcoin e questões de escalabilidade.

As redes ficaram tão cheias de transações que o preço médio de uma transação em bitcoin chegou a custar o absurdo de 50 dólares.

Isso colocou em xeque tudo aquilo que foi descrito no whitepaper de Sataoshi Nakamoto. Paciência… são as dores do crescimento.

Então, endereçamos os problemas com um novo player para transações mais rápidas – Lightning Network –, a rede relâmpago que permitirá pagamentos em segundos e não mais em minutos.

Tudo isso está acontecendo no momento em que estamos olhando apenas o preço dos ativos.

Sim, o preço é importante e deve ser olhado também, mas não exclusivamente.

Na série Empiricus Crypto Alert, nós apostamos nas tecnologias no longo prazo, mas sem deixar de nos preocupar com preço atual para ganhos no curto prazo.

Assim temos alinhado o futuro abundante e o presente, para saciar as nossas vontades humanas momentâneas.