O sobe e desce do mercado Cripto

Um comportamento característico do mercado de cripto é que os ativos costumam andar juntinhos, em bloco, igual Carnaval em Salvador.

Compartilhe:
O sobe e desce do mercado Cripto

Aqui, do lado da minha mesa, tem uma TV que configuramos para mostrar um feed de notícias de cripto, junto com uma tabela de cotações das principais moedas.

Abaixo da cotação de cada moeda, aparece a variação do ativo nas últimas 24 horas. Número verde se está subindo e vermelho se está caindo.

Ao chegar no escritório, já de longe, no corredor, dá para saber qual é o humor do dia no mercado.

Ou está tudo verde ou tudo vermelho na tela. Raramente vejo cores alternadas entre os ativos.

Isso reflete um comportamento característico do mercado de cripto: os ativos costumam andar juntinhos, em bloco, igual Carnaval em Salvador.

É algo que se pode esperar de um mercado novo. Por mais que existam milhares de projetos diferentes, quando o assunto é preço e valor de mercado, as tendências da maioria dos ativos costumam se alinhar.

No fim, são todos ativos de risco. Quando surge alguma notícia negativa para o mercado, os investidores se desfazem de suas posições ou, pelo menos, de parte delas e correm para a estabilidade.

Em parte, isso acontece por falta de maturidade do mercado. Se temos no Brasil, hoje, o dobro de investidores cadastrados em exchanges de criptomoedas do que na Bolsa de Valores, é seguro dizer que boa parte dos “crypto lovers” nunca comprou uma ação na vida.

Logo, nem todo mundo sabe lidar com um mercado tão variável.

Além disso, apesar de muita gente ter outras altcoins no portfólio além do bitcoin, a massa dos investidores enxerga “mercado cripto = bitcoin”. Uma notícia negativa para o bitcoin significa uma notícia negativa para o resto do mercado.

Ou seja, enquanto, do lado do desenvolvimento, cada projeto segue seu próprio caminho, do ponto de vista de preços, os ativos ainda sobem e descem juntos.

Esse foi um tema que ficamos discutindo por aqui nesta semana. As correlações das altcoins com o bitcoin são positivas e bastante elevadas ainda. A maioria, próxima de 1.

Assim, ao diversificarmos um portfólio de cripto, é difícil selecionarmos ativos com correlações negativas (um ativo que suba quando o bitcoin cai e vice-versa) ou próximas de zero (um ativo cujo preço não tem relação com os movimentos do bitcoin).

Não estamos, portanto, buscando diminuir o risco do portfólio, seguindo a teoria tradicional de alocação de ativos.

Estamos, na verdade, buscando nos expor a diferentes potenciais e gatilhos de valorização.

Veja, por mais que o ether (ETH), ativo da rede do Ethereum, normalmente suba se o bitcoin subir e caia se ele cair, o objetivo de desenvolvimento do projeto é completamente diferente daquele da moeda digital mais famosa do mundo.

Na verdade, o Ethereum nem é uma moeda digital, mas uma plataforma. Algo completamente diferente do Bitcoin. Mas isso é papo para outro dia…

Meu ponto é que, no curto prazo, os movimentos das altcoins vão refletir, em maior parte, o ânimo dos investidores em relação ao mercado como um todo ou ao bitcoin (que representa metade do valor de mercado total).

É claro que, se olharmos cada altcoin individualmente, há gatilhos diferentes de curto, médio e longo prazos e, eventualmente, pode fazer sentido comprar uma moeda pensando na valorização a curto prazo – por exemplo, se estamos perto de uma grande entrega ou listagem em corretora de alto volume.

Porém, é importante ter em mente que esses movimentos para cima e para baixo que você vê na tela do computador todos os dias, na maioria das vezes, são causados pelo ânimo dos investidores em relação ao mercado como um todo ou em relação ao bitcoin.

Assim, o objetivo da diversificação de um portfólio de cripto não pode ser apenas o curto prazo. Em uma janela de poucos meses, ou tudo vai subir, ou tudo vai cair.

O foco está, então, nos próximos um a cinco anos, quando os projetos tiverem mais entregas sólidas e aplicações reais no dia a dia dos usuários.

Aí sim, o mercado diferenciará os projetos valiosos daqueles que não possuem valor algum.

Enquanto isso, de acordo o script, a grande maioria das altcoins vai subindo hoje, seguindo o repique do bitcoin de ontem.

Ao investidor mais preocupado com o curto prazo, vale ficar atento a como o bitcoin se comportará no fim de semana, buscando os próximos suportes de preço em 6 mil dólares e 5,8 mil dólares ou se teremos um ponto de inflexão novamente.