Simples produtos da estatística

No ano passado, por esta data, eu estava assistindo atônito ao mercado cripto avançar rumo aos 20 mil dólares. E acho que existiam poucas pessoas […]

Compartilhe:
Simples produtos da estatística

No ano passado, por esta data, eu estava assistindo atônito ao mercado cripto avançar rumo aos 20 mil dólares. E acho que existiam poucas pessoas que não estavam eufóricas com a subida dos preços.

Naquele momento, a temporada de previsões para 2018 começava e os menos otimistas apostavam em um mercado flat para o ano, com consolidação de preços.

Difícil conseguir ver outra coisa em um cenário em que tudo subiu desde que o bitcoin era negociado a 5 mil dólares.

Só os detratores, descrentes da tecnologia, alertavam as pessoas que fizeram dinheiro com esse mercado para que saíssem dele.

No curto prazo, quem seguiu essa linha foi o que menos perdeu neste ano, na média.

Mas, em 2014, todos que ouviram essa galera que acha que bitcoin é pirâmide e fraude tomaram a pior decisão da vida.

Em prazos pequenos, de um ou dois anos, sempre vamos ter vários daqueles que previram alguma coisa e são considerados gurus.

Simples produtos da estatísticas.

Leitura recomendada

Estão oficialmente abertas as vagas para o programa 6EM6: DO ZERO À LIBERDADE FINANCEIRA . Agora é questão de agilidade. Para descobrir como a Empiricus está pagando pra você se tornar LIVRE, acesse aqui.

Mil pessoas fizeram previsões diferentes para o ano e alguém vai acabar acertando.

É assim que jogo no bolão da Copa do Mundo. Sempre apostando naquele resultado que ninguém jogou.

Por isso que o 7×1 da Alemanha sobre o Brasil, mesmo que improvável, fez vários ganhadores pelo nosso território.

Mas, voltando ao nosso mercado cripto, esses momentos de maior desconforto para compra são os que apresentam maiores chances de lucro.

Aprendi isso não em criptomoedas, mas com um mercado mais tradicional, o da Bolsa.

A compra na baixa é uma compra sempre mais pensada e dolorida, ainda mais se você compra e os preços continuam andando de lado, ou até caem.

Da mesma forma, vender na alta é uma venda igualmente dolorida, principalmente se os preços continuam subindo.

Já vou logo adiantando para você que investir em algo como criptoativos não é fácil, pelos mais variados ângulos.

E os seus melhores companheiros para atravessar volatilidades tão altas quanto essa são os pequenos aportes e a consciência de que devemos comprar barato e quando todos estão pessimistas.

Mas, falando de preço especificamente, o mercado continua tentando entender qual é o suporte para o bitcoin.

Ainda vemos uma briga entre touros e ursos para saber se 3.500 dólares é um suporte relevante, mas ainda não há uma definição clara.

No Crypto Valley, na Suíça, polo declaradamente “crypto-friendly”, uma espécie de ETF (a ETP) bateu recorde de negociações.

Alguns já falam de apetite dos investidores institucionais pelo mercado, visto que os preços estão no chão, mas não dá para ter certeza disso.

Do ponto de vista da tecnologia, a Samsung fez um movimento de registrar uma marca de celular relacionada a cripto.

A euforia quanto a isso é desmedida, já que empresas como essa, por garantia, registram várias marcas apenas com a intenção de usá-las no futuro se os mercados realmente vingarem.

Aquele abraço,

André Franco