Times
Investimentos

Localiza (RENT3) tem números resilientes de aluguel de carros e gestão de frotas no 2T23 e segue sendo a melhor do setor

O sequencial aumento de volumes e preços médios do aluguel é reflexo da gestão e modelo de negócios eficiente da companhia. Veja números.

Por Fernando Ferrer

15 ago 2023, 11:29 - atualizado em 15 ago 2023, 11:29

Localiza RENT3
Imagem: Divulgação/Localiza

A Localiza (RENT3) divulgou seu resultado referente ao segundo trimestre de 2023, que, apesar de impactado por eventos extraordinários, apresentou números resilientes e em linha com as nossas expectativas.

A receita líquida da companhia no período foi de de R$ 6,8 bilhões no período (+35% vs 2T22), mais uma vez com um crescimento expressivo em suas linhas de negócios. 

Aumento considerável nas vendas de seminovos

A vertical de Seminovos, responsável por cerca de 50% do resultado consolidado, cresceu 43% anualmente, dando sequência ao aumento expressivo nas vendas de seminovos em linha com o acertado movimento de renovação de frota da companhia.

Importante ressaltar que, a aprovação da Medida Provisória nº 1.175 (MP) em junho, que reduziu o preço dos carros 0km, refletiu negativamente as vendas da Localiza Seminovos. Com o fim da MP no início de julho, a tendência é ver uma normalização nos preços dos carros novos e, assim, do ritmo de vendas da divisão.

Vertical de aluguéis expandiu 27%

A operação de Aluguéis, responsável pelos outros 50% do resultado, cresceu 27% na comparação anual, sendo 10% na divisão de Aluguel de Carros (RAC) e 58% na Gestão de Frotas (GTF).

No segmento de RAC, a receita foi beneficiada pelo forte aumento de 17% na diária média, parcialmente compensada pela queda de 6% no volume de diárias (impactado pelo carve-out da combinação de negócios com a Unidas).

A taxa de utilização apresentou queda anual de 1,8 p.p, justificada pela acomodação da demanda após a alta temporada. Já no GTF, o bom desempenho está relacionado ao forte crescimento do volume de diárias (+29%) e da diária média (+23%), também em função da fusão com a Unidas.

Ebitda ajustado teve alta de 28%

Assim, o Ebitda da companhia, ajustado para os efeitos da MP 1.175, totalizou R$ 2,5 bilhões, alta de 28% na comparação anual. A operação de Aluguéis (RAC e Gestão de Frotas), entregou uma robusta margem ebitda de 66,8% (+8,0 p.p vs 2T22), refletindo a forte capacidade de repasse de preços da Localiza, e, por mais um trimestre, compensa o ciclo de normalização da margem dos Seminovos, que foi de 3,7% (-9,9 p.p vs 2T22).

Despesas financeiras e depreciação de carros afetaram lucro líquido

Na última linha, a Localiza apresentou lucro líquido ajustado de R$ 419 milhões, uma queda de 38% na comparação anual, impactado principalmente pelo aumento das despesas financeiras (+82%) e na depreciação de carros (+132%) — aumento relacionado principalmente ao processo de normalização do Seminovos.

O indicador de endividamento ficou em 2,8 vezes Ebitda sobre dívida líquida e o ROIC anualizado do semestre totalizou 14,5%, implicando em um spread de 4,5 pontos percentuais em relação ao custo da dívida após os impostos. 

Localiza segue líder em locação de veículos

Apesar de alguma poluição no resultado consolidado, em nossa visão, os números resilientes dos segmentos de RAC e Gestão de Frotas provam mais uma vez porque a Localiza é a melhor empresa no setor de locação de veículos. O sequencial aumento de volumes e preços médios do aluguel é reflexo da gestão e modelo de negócios eficiente da companhia.

Assim, aliado a continuidade na recuperação do segmento de Seminovos (com esperada diluição do impacto da MP nos próximos trimestres), enxergamos espaço para a companhia continuar crescendo.

Vemos também alguns ventos positivos à frente: i) devido à forte expansão de frota no último ano, o capex de renovação da companhia deve diminuir nos próximos trimestres, o que deve beneficiar a geração de caixa, ii) captura de novas sinergias da fusão com a Unidas e iii) taxas de juros mais baixas no país.

Por fim, negociando a 16 vezes os seus lucros projetados para 2024, a Localiza (RENT3) segue como uma recomendação de compra da Empiricus Research.

Além de RENT3, gostamos de outras ações para surfar o bull market da Bolsa. Neste relatório gratuito, liberamos a lista completa de recomendações para você investir agora.

Sobre o autor

Fernando Ferrer

Graduado em Engenharia Mecânica pela UFRJ e com MBA em Finanças pela mesma instituição, Fernando Ferrer atua na Empiricus como analista de investimentos há 5 anos cobrindo os setores de Varejo, Saúde e Infraestrutura. Atualmente, é responsável pela série best-seller As Melhores Ações da Bolsa e faz parte da equipe que comanda o Carteira Empiricus, o portfólio multimercado que é o carro-chefe da casa.