Times
Investimentos

Vale (VALE3) anuncia dividendos em linha com o esperado e segue boa geradora de caixa no 4T23; veja os resultados

Apesar das incertezas em relação à economia chinesa, o pior momento operacional da Vale parece ter ficado para trás; entenda

Compartilhar artigo
Data de publicação
23 de fevereiro de 2024
Categoria
Investimentos
Vale (VALE3)
Imagem: Washington Alves/Reuters

Ontem (22), após o fechamento do mercado, a Vale (VALE3) reportou um bom resultado referente ao 4T23, marginalmente acima das expectativas.

A mineradora atingiu um Ebitda ajustado proforma de US$ 6,7 bilhões no período, +50% em relação ao trimestre anterior e +35% na comparação anual.

Soluções de Minério de Ferro continuam dando orgulho à Vale

Por área de negócios, o Ebitda ajustado da linha de Soluções de Minério de Ferro, principal frente da atuação da Vale, foi de US$ 6,4 bilhões (+44% vs 3T23).

O crescimento é explicado pelos maiores preços realizados e maiores volumes de vendas, conforme havia sido antecipado na prévia operacional, e por mais um trimestre de redução sequencial no custo caixa (C1), que apresentou queda de 5% para US$ 20,8t.

Metais básicos: maior volume de remessas de cobre e preços mais altos

Já a linha de metais básicos (ou transição energética), na qual a companhia nutre grandes expectativas futuras, a performance também foi positiva em relação ao último trimestre. O Ebitda ajustado da divisão foi de US$ 523 milhões (+33% vs 3T23), puxado pelo volume mais forte de remessas de cobre e preços realizados mais altos.

Provisão do rompimento da barragem de Mariana (MG) prejudicou lucro líquido

Na última linha do resultado, o lucro líquido ajustado foi de US$ 2,4 bilhões, queda de 35% na comparação trimestral.

Contudo, o resultado foi impactado por um aumento de US$ 1,2 bilhão na provisão relacionada ao rompimento da barragem operada pela Samarco, joint-venture controlada pela Vale e pela BHP, em Mariana (MG). A realização de um incremento no valor provisionado já era esperada pelo mercado, após a BHP anunciar realizar esse movimento na última semana.

Dividendos de Vale seguem dentro do esperado

O fluxo de caixa livre das operações foi de US$ 2,15 bilhão no trimestre. Uma geração de recursos forte, apesar do impacto negativo do capital de giro em US$ 852 milhões, em função de maiores vendas provisionadas. Além disso, a companhia anunciou um dividendo em linha com as expectativas, de R$ 2,74 por ação, o que implica em um dividend yield de 4,0%.

Por fim, o pior momento operacional da Vale nos parece ter ficado para trás e, apesar do alto grau de incerteza em relação à direção da economia chinesa, a companhia segue uma fortíssima geradora de caixa com o minério no patamar atual (em torno de US$ 120 dólares/tonelada) e com expectativas de entregar um retorno de capital para o acionista superior a 10% este ano, com pagamento de proventos e os seus tradicionais programas de recompra.

Negociando a 5x EV/Ebitda para 2024, a Vale (VALE3) segue como recomendação de compra da Empiricus Research.

Por fim, ao longo da temporada de resultados do 4T23, você pode receber direto no seu e-mail as análises da Empiricus Research sobre os balanços divulgados pelas empresas. Veja aqui como acessar gratuitamente.