Mercado brasileiro mede forças antagônicas nesta quarta

Os mercados brasileiros abrem hoje ponderando forças antagônicas. De um lado temos os juros futuros subindo, ainda refletindo os comentários da presidente do Fed, Janet Yellen, nesta terça (26/09). Apesar disso, na Bolsa, há otimismo, com o mercado aguardando o plano de Donald Trump para redução de impostos e lucros empresariais subindo na China.

O IPC-Fipe mostrou ligeira deflação em prévia mensal. Ainda hoje também é esperado que o Banco Central solte o fluxo cambial semanal, o que pode influenciar o mercado. Assim como os pedidos de bens duráveis e falas de dirigentes do Fed nos EUA.

Conteúdo relacionado