Empiricus Educação

Uma nova habilidade na sua função atual

“Durante uma de nossas conversas mais recentes, falamos sobre a Web 3.0 e como ela pode ser capaz de […]”.

Compartilhar artigo
Data de publicação
17 de julho de 2022
Nova habilidade na sua função
Fonte: Free Pik

Durante uma de nossas conversas mais recentes, falamos sobre a Web 3.0 e como ela pode ser capaz de revolucionar não somente o nosso relacionamento com a tecnologia, mas com o mundo.

Em meio a essa euforia, acompanhamos empresas que disputam para ver qual vai chegar lá primeiro e garantir o seu espaço nesse novo mercado. 

É como se elas estivessem vivendo algo muito comum em nós hoje em dia, o Fear of Missing Out (FOMO): o medo de ficar de fora de algo, a ansiedade gerada pelo pavor de perder uma oportunidade num mundo que vive em constante transformação.

Em um estudo elaborado pela Brasscom, foi encontrada a defasagem de mais de 530 mil profissionais no setor de tecnologia até o ano de 2025. 

Segundo o levantamento, o mercado terá meio milhão de vagas que não serão preenchidas simplesmente por falta de pessoas capacitadas. 

Mas, por que isso está acontecendo agora? 

Dessa vez, nós temos exemplos do que as empresas vivenciam quando não acreditam que uma transformação digital é iminente.

Talvez você se lembre das locadoras de filmes, e de como uma ex-gigante do mercado, com mais de 9.000 lojas espalhadas pelo mundo, a Blockbuster, simplesmente evaporou, pois ela não acreditava no avanço da internet e no poder da inovação. 

Essa e tantas outras histórias memoráveis de companhias que desapareceram, aumentam o tal medo de perder o espaço no novo mercado. Isso trouxe ainda mais urgência para um problema que havia sido identificado pela Harvard Business Review em 2011: 

70% dos projetos relacionados a TI eram entregues com atraso e seus custos eram 200% acima do que fora estimado inicialmente.

Tudo isso fez com que as organizações da atualidade olhassem para si mesmas e percebessem que  os setores de tecnologia não vivem só de programadores.

A partir dessa necessidade, as  metodologias de trabalho foram aprimoradas a fim de elaborar projetos com maior eficiência e rentabilidade. 

Empresas como Google e Spotify estruturaram métodos que inspiram tantos outros negócios: as chamadas Metodologias Ágeis.

Atualmente, cargos especializados nessas metodologias, como o de Agile Coach, por exemplo, se tornaram essenciais nos mais diversos setores das companhias e, desta forma, em um estudo elaborado pela Plooral, tiveram um aumento salarial de 92%, somente entre 2020 e 2021. Hoje, a média de remuneração desses profissionais é de mais de R$ 13.000.

Essa é uma oportunidade de transicionar de carreira rapidamente ou mesmo adicionar uma nova habilidade na sua função atual, já que em menos de dois meses você consegue se qualificar para trabalhar com metodologias ágeis.

Você, que já lidera um time dentro da sua empresa, pode se aproveitar desse momento e ganhar o destaque que precisa dentro da sua carreira.

Pensando na metodologia que acreditamos para o desenvolvimento, a Empiricus elaborou  uma série de aulas gratuitas para você poder se tornar o Líder Ágil que o mercado precisa.

Se você desejar saber mais sobre o assunto, acesse este caminho.

Um abraço.