Empiricus Play

Richard Camargo, analista da Empiricus, tira as principais dúvidas sobre como investir no exterior

Uma carteira realmente diversificada deve contar com alguns ativos além das fronteiras. Mas nem todos sabem como fazer isso. Mas o analista da Empiricus explica de maneira descomplicada. Confira agora.

Compartilhar artigo
Data de publicação
22 de julho de 2021
Categoria
Empiricus Play

Um dos maiores erros do investidor é comprar ações ou outros ativos brasileiros e achar que seu portfólio está realmente diversificado.

Uma carteira verdadeiramente diversificada precisa ter também alocação no exterior.

O problema é que nem todos sabem como investir lá fora ou mesmo no que investir. Pensando nisso, Richard Camargo, que comanda a série Melhores Ações do Mundo, fez um vídeo onde explica como fazer esse tipo de alocação.

O analista também explica quais são os tipos de ativos disponíveis para esse tipo de investimento, e como eles funcionam. Por exemplo, os BDRs,  “réplicas” de ações estrangeiras na Bolsa brasileira ou os REITs (uma espécie de fundo imobiliário dos Estados Unidos).

Também convido você, depois de entender como investir no exterior, a ficar por dentro das melhores recomendações e relatórios sobre ações estrangeiras como Apple, ou Microsoft. Na série Melhores Ações do Mundo, Richard recomenda as melhores ações para lucrar também fora do Brasil. Saiba mais clicando aqui.