Day One

Leite e pão

“Na porta da vendinha do Seu Zé, uma placa recém-instalada dizia […]”.

Compartilhar artigo
Autor
Lais Costa
Data de publicação
1 de julho de 2022
Categoria
Day One
Pão na padaria
Fonte: Free Pik

Na porta da vendinha do Seu Zé, uma placa recém-instalada dizia: “Para levar o leite, tem que comprar o pão!”

A regra havia sido estipulada pelo pequeno comerciante devido à escassez do leite, que mal chegava à prateleira e rapidamente era vendido. O preço já havia se multiplicado algumas vezes e, sem entrar em méritos legais, a venda casada era a forma de aumentar a margem do negócio e garantir a sobrevivência do empreendimento.

Aqueles que viveram a dinâmica de preços antes do nosso querido Plano Real devem se lembrar de situações semelhantes.

A realidade é que são várias as “vendas casadas” que enfrentamos ao longo da vida.

Na venda do Seu Zé, o preço que se paga para levar o leite, é comprar o pão. Na vida, o preço que se paga para obter um diploma, é fazer uma série de provas e trabalhos. O preço que se paga para ficar em forma, é seguir uma dieta aliada a exercícios físicos regulares. Para desfrutar de uma limonada refrescante, é preciso espremer os limões. O preço que se paga por viver em uma democracia é enfrentar as instabilidades e os conflitos próprios de cada período eleitoral.

Nas decisões diárias de investimento não é diferente.

Para surfar os juros compostos, é preciso abdicar do “pinga-pinga” todo mês.

Para investir em inflação longa – classe de maior retorno histórico do Brasil – é preciso aguentar vários altos e baixos em um ativo de renda fixa e entender que um ativo atrelado à inflação não necessariamente ganha dela no curto prazo.

Para garantir a manutenção do seu poder de compra em relação ao resto do mundo, é preciso investir um percentual relevante da sua carteira em moedas fortes, independentemente do seu viés de curto prazo para o dólar.

Para investir em fundos alternativos como private equity e venture capital, é preciso abrir mão de liquidez imediata.

Para buscar o maior retorno potencial e maior eficiência do portfólio, é preciso investir na versão de maior volatilidade de um mesmo fundo.

Para uma aposentadoria tranquila no futuro, é preciso investir corretamente hoje.

Para ter maiores retornos no longo prazo, talvez o maior preço que tenhamos de pagar sejam as horas dedicadas ao estudo e acompanhamento das diversas variáveis que podem exigir ajustes durante o caminho.

Esse preço, nós da equipe Os Melhores Fundos de Investimento, te ajudamos a pagar.

Além de relatórios semanais em que trazemos atualizações dos melhores fundos da indústria e nossas análises quantitativas e qualitativas, construímos uma carteira completa com os melhores fundos de investimento brasileiros e globais. Tudo isso pensando em cada uma dessas escolhas que o investidor precisa tomar para construir o seu portfólio de longo prazo.

Essa carteira está disponível para todos os investidores brasileiros através do FoF Melhores Fundos Blend, criado pela Vitreo.

Não tem para onde fugir: para construir uma carteira que seja consistentemente lucrativa, você precisa de várias classes de ativos. Algumas vão perder hoje para ganhar mais no futuro.

Para levar o leite, tem que comprar o pão!

Um abraço