Chama o Max

Aura Minerals (AURA33): veja como investir em ouro e receber dividendos

A única mineradora de ouro na B3 merece um lugar no seu portfólio; entenda

Compartilhar artigo
Autor
Max Bohm
Data de publicação
14 de abril de 2021
Categoria
Chama o Max

Além da Vale e da CSN, há uma terceira mineradora listada na Bolsa de Valores brasileira, pouco conhecida em comparação com as outras: a Aura Minerals (AURA33).

É uma mineradora de ouro (o que a torna única frente às outras) e, na visão de Max Bohm, sócio e analista da Empiricus, possui um potencial enorme de crescimento.

Por ser uma empresa canadense, estamos falando de um BDR, ou seja, um recibo de uma ação negociada no exterior (perceba o atípico 33 no ticker).

O ouro, principal metal produzido pela Aura Minerals, é uma reserva de valor para inúmeros investidores e, além disso, movimenta o mercado de jóias (que Max destaca estar em crescimento).

Para entender o perfil da companhia e suas vias de crescimento (assim como os motivos pelos quais comprar AURA33 é melhor do que investir diretamente em ouro), é só dar uma olhada no vídeo do Max.

Para acompanhar as últimas análises do Max e receber atualizações sobre As Melhores Ações da Bolsa, acesse este link.