Tesouro Direto

Investimento é tão seguro quanto a poupança, mas rende muito mais

São Paulo, Brasil

Temos indicado há algum tempo em nossas newsletters e relatórios a compra de títulos públicos por meio do Tesouro Direto.

Gostamos dessa modalidade de renda fixa e muita gente tem percebido as suas vantagens. Mas isso não significa que não existem pegadinhas nesse investimento. É preciso conhecer as vantagens e desvantagens de cada categoria.

tesouro direto

Por isso, preparamos um passo a passo para você começar a investir.

O que é

O Tesouro Direto é uma iniciativa do Tesouro Nacional, em conjunto com a BM&F Bovespa, para comercializar os títulos públicos federais para pessoas físicas.

O programa surgiu em 2002 para facilitar o acesso aos títulos, que podem ser comprados a partir de 30 reais. A quantidade mínima de compra é a fração de 0,01 título, ou seja, 1% do valor de um título, desde que respeitado o valor mínimo de 30 reais.

Além de acessível, o investimento oferece liquidez diária e é uma boa opção à poupança pelo seu maior retorno, já que os rendimentos da tradicional aplicação têm perdido para a inflação.

Como investir

Investir é bem fácil. Confira abaixo os cinco passos:

1 – O primeiro passo é ter CPF e conta corrente em um banco.

2 – Em seguida, você precisa escolher uma instituição financeira para intermediar suas transações. Atualmente, há 70 bancos e corretoras habilitados, que são responsáveis por realizar o cadastro dos investidores com a BM&FBovespa e intermediar a transferência dos recursos financeiros e títulos.

Pode ser, inclusive, o banco no qual você tem conta corrente. No entanto, os grandes bancos costumam cobrar uma taxa de administração mais alta para o investimento. Além disso, dificilmente os gerentes vão oferecer essa aplicação para os clientes, pois o produto não traz retornos interessantes para a instituição financeira. Por isso, recomendamos uma corretora independente.

Você pode consultar a lista completa de instituições cadastradas neste link. Você verá as taxas cobradas, que variam de zero a 2% ao ano. Procure as instituições que isentam o investidor de tarifas de administração.

Para facilitar, você pode escolher um agente de custódia que possui sistema integrado ao do Tesouro Direto. Nesse caso, as compras e vendas dos títulos podem ser feitas diretamente no site da corretora (ou do banco, se for o caso).

3 – Entre em contato com a corretora escolhida e solicite seu cadastramento. Isso pode ser feito pela internet. Você deverá fornecer a documentação necessária (normalmente o CPF basta) para que essa instituição abra uma conta em seu nome para operar.

Você terá, assim, uma conta de custódia na Bolsa, em seu nome. É nela que ficam guardados seus títulos públicos, registrados também sob sua titularidade, o que lhe permite mudar de corretora se desejar.

4 – Utilize a senha provisória que será enviada pela BM&FBovespa para o primeiro acesso à área restrita do Tesouro, na qual são realizadas operações de compra e venda de títulos públicos, além de consultas a saldos e extratos. Troque a senha provisória por uma nova que deverá conter entre 8 e 16 dígitos, composta por letras, números e caracteres especiais.

Lembre-se de que você tem três opções para investir: diretamente pelo site do Tesouro Direto; por meio do site de sua instituição financeira, se ela for um agente integrado; ou autorizando a instituição a negociar os títulos em seu nome, se ela oferecer essa possibilidade.

5 – Se você for operar por uma corretora independente, vai precisar fazer uma TED (ou DOC) para transferir os recursos destinados à aplicação. Feita a transferência, é preciso entrar no site da corretora, fazer seu login e buscar a opção de compra do título que deseja adquirir.

Os títulos

Veja na tabela a seguir os títulos disponíveis para compra.

Título
Vencimento
Taxa de Rendimento (% a.a.)
Valor Mínimo
Preço Unitário
Indexados ao IPCA
Tesouro IPCA+ 2019 (NTNB Princ) 15/05/2019 5,37 R$52,47 R$2.623,78
Tesouro IPCA+ 2024 (NTNB Princ) 15/08/2024 5,58 R$39,29 R$1.964,82
Tesouro IPCA+ 2035 (NTNB Princ) 15/05/2035 5,48 R$33,52 R$1.117,55
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2026 (NTNB) 15/08/2026 5,62 R$31,17 R$3.117,80
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2035 (NTNB) 15/05/2035 5,50 R$31,63 R$3.163,20
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 (NTNB) 15/08/2050 5,53 R$32,49 R$3.249,75
Prefixados
Tesouro Prefixado 2019 (LTN) 01/01/2019 10,47 R$32,98 R$824,62
Tesouro Prefixado 2023 (LTN) 01/01/2023 11,08 R$32,18 R$536,34
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2027 (NTNF) 01/01/2027 11,02 R$37,94 R$948,63
Indexados à Taxa Selic
Tesouro Selic 2021 (LFT) 01/03/2021 0,05 R$84,75 R$8.475,72
Última atualização em: 16/01/2017 às 10:00. Fonte: Tesouro Direto

Como você pode ver, existem duas categorias de títulos:

1Pós-Fixados: a rentabilidade do título é composta por uma taxa predefinida no momento da compra do título mais a variação de um indexador, que pode ser pela taxa básica de juros (Selic) ou inflação (IPCA).

2Prefixado: tem uma taxa fixa já estabelecida. Você sabe a rentabilidade que irá receber se mantiver o título até a data de vencimento.

Cada um deles tem suas vantagens e seus riscos, tornando-se mais ou menos atrativos em função dos desdobramentos da economia.

O que eu compro

Isso vai depender muito dos seus objetivos. Você está investindo para o longo, médio ou curto prazo? Quer guardar dinheiro para a aposentadoria ou para comprar um carro ou fazer uma viagem dentro de seis meses? Isso afeta diretamente o que você deve comprar.

O Tesouro Selic, por exemplo, é indicado para o curto prazo e manter o seu colchão de liquidez, que é o seu dinheiro para emergências e despesas cotidianas. Esse título assegura que, mesmo em caso de resgate antecipado, o montante do dinheiro retirado será superior ao inicialmente investido.

Se você quiser, antes de aplicar, pode fazer simulações de investimentos no site do Tesouro Direto, por meio de uma calculadora. E não deixe de acompanhar as nossas newsletters e relatórios para ver quais títulos indicamos a cada momento.

Por fim, não se esqueça da tributação, explicada na figura abaixo:

tesouro direto

App Tesouro Direto

Recentemente, o Tesouro Nacional lançou um aplicativo oficial em que você pode acompanhar o extrato, realizar operações de investimento e resgatar os seus rendimentos.

Para acessar o aplicativo é preciso usar a mesma senha que você já usa no site do Tesouro Direto. Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas para o sistema Android.

Não espere mais, comece a investir.

Um abraço,

Equipe Empiricus.

Disclosure

Elaborado por analistas independentes, o conteúdo da Empiricus não pode ser reproduzido ou distribuído, no todo ou em parte, a qualquer terceiro sem autorização expressa. Nossos estudos são baseados em informações disponíveis ao público, consideradas confiáveis na data de publicação. Posto que as opiniões nascem de julgamentos e estimativas, estão sujeitas a mudanças. Nossos relatórios não representam oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros. As análises, informações e estratégias de investimento têm como único propósito fomentar o debate entre os analistas da Empiricus e os leitores. Os leitores devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias.

Por vezes, informações adicionais sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros aqui abordados podem ser obtidas mediante solicitação.

Os analistas responsáveis pela elaboração do conteúdo declaram, nos termos do artigo 17o da Instrução CVM no 483/10, que suas recomendações refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente.